Educação, Póvoa de Lanhoso

Semana da Educação na Póvoa de Lanhoso

A Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso, os Agrupamentos de Escolas do Ave e Professor Gonçalo Sampaio, a Escola Secundária da Póvoa de Lanhoso e a Rede de Bibliotecas Escolares assinaram, na tarde de 25 de Maio, um protocolo de formalização do SABE (Serviço de Apoio às Bibliotecas Escolares), na Casa da Botica, no âmbito da Semana da Educação, que começou na segunda-feira e que termina sábado, dia 29 de Maio. Com a assinatura deste protocolo pretendeu-se formalizar algumas boas práticas existentes neste concelho entre a Biblioteca Municipal e as Bibliotecas Escolares.

O momento contou com as presenças de uma representante da Rede de Bibliotecas Escolares, Dra. Maria João Filipe, do Director da Escola Secundária da Póvoa de Lanhoso, Dr. José Ramos, da Directora do Agrupamento de Escolas do Ave, Dra. Maria José Lourenço, de uma representante do Agrupamento de Escolas Professor Gonçalo Sampaio, Dra. Sara Cruzinha, da Coordenadora Interconcelhia da Rede de Bibliotecas Escolares, Dra. Regina Campos, para além da Vereadora da Educação da Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso, Dra. Gabriela Fonseca.
Programa.
A Semana da Educação iniciou no dia 24, à noite, com o colóquio “A Escola do Futuro é já Hoje”, no Theatro Club. Foram intervenientes a Dra. Adelina Moura, que, a propósito do tema “Que escola para a geração polegar”, deu a conhecer a sua própria prática que utiliza recursos de novas tecnologias, como os telemóveis, de uma forma pedagógica; o Dr. Luís Pereira e a Dra. Sara Pereira, que, falando sobre “O fenómeno dos videojogos – a percepção das crianças e o papel dos pais e da escola”, não só deram a conhecer essencialmente as noções de crianças sobre os novos media, como os videojogos, como transmitiram algumas pistas para educadores (pais, professores) agirem a esse respeito, através da mediação; Lino Ramos, que deu a conhecer algumas das inúmeras potencialidades dos Quadros Interactivos (equipamento que já é uma realidade nas Escolas da Póvoa de Lanhoso) da empresa FAMASETE e de software, considerando-os um desafio ao alcance de todos e sublinhando a necessidade de formação adequada aos seus utilizadores; e a Dra. Teresa Lacerda, sobre “Uma sala de aula aberta à Europa: o papel do eTwinnig”, que elucidou sobre a Escola do passado e do presente e do futuro e explicou que aquele é um projecto que envolve várias escolas da Europa e em que os alunos podem trabalhar em rede de forma colaborativa, aprendendo sem sair da sala, com os colegas à distância de muitos quilómetros e no qual se utilizam as TIC. Moderou o debate a Vereadora da Educação, Gabriela Fonseca.

Depois, a iniciativa prosseguiu no dia 25 de Maio, com o Encontro “A Escola e a Educação Ambiental”, que serviu ainda para fazer o balanço do Projecto “Limpar Portugal”, reunindo não só na mesa de oradores como na plateia, maioritariamente constituída por estudantes, participantes activos naquele movimento cívico, que culminou com a actividade agendada para o dia 20 de Março de 2010. Apresentados os resultados da experiência, foram ainda entregues diplomas de participação aos voluntários. No âmbito do tema “Avaliar o Projecto Limpar Portugal”, foram intervenientes a Dra. Teresa Lacerda, que abordou alguns fenómenos relacionados com ambiente e poluição, sublinhando que há necessidade de reflectir sobre os mesmos e que os jovens são os decisores políticos do amanhã, e a jovem Adriana Silva, baseando-se nos resultados obtidos com a aplicação de um questionário após a realização do Projecto. Interveio ainda o Arq. José Vilas Boas, com o tema “Projecto Limpar Portugal – Educar para a cidadania” e com uma dinâmica que envolveu os presentes, na definição de educação e de cidadania nos seus aspectos positivos e negativos. Finalizou as comunicações o Arq. Manuel Sousa, que, falando sobre “O contributo individual para melhorar o ambiente”, apresentou algumas medidas que devemos adoptar no nosso dia-a-dia, sobretudo nos nossos hábitos de consumo.

O programa prosseguiu na tarde de 25 de Maio, no auditório da Casa da Botica, com a palestra “Bibliotecas em rede na Póvoa de Lanhoso”, que contou com as prestações da Dra. Gorete Afonso, que falou sobre o SABE como um agente promotor de nós de Redes, dando como exemplo as práticas instituídas e a experiência da Rede Concelhia de Bibliotecas de Montalegre; e da Dra. Teresa Silveira, que abordou a regra dos 3P para o bom funcionamento do SABE, apontando três palavras-chave: ponderar, planear e promover. No final, foi assinado o protocolo de formalização do SABE.

O programa prosseguiu hoje, dia 27, com visitas às escolas do Concelho, com destaque para a visita ao Centro Educativo do Cávado, em construção. Amanhã, sexta-feira, dia 28 de Maio (14h00 às 23h00) e no sábado, dia 29 (9h00 às 13h00), a Semana da Educação encerra com a Mostra Pedagógica CNO – Uma Rede de Projectos, na EB 2,3 de Taíde.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *