Cultura, S. João da Madeira

Alexandra Lucas Coelho à conversa na Biblioteca de S. João da Madeira

Alexandra Lucas Coelho vem a S. João da Madeira para falar do livro “Caderno Afegão”, um relato lúcido e incisivo da jornalista que viveu no Afeganistão durante cerca de um mês, em 2008. Uma conversa marcada para esta quinta-feira (27 de Maio), às 21h30, na Biblioteca Municipal. 

Ao longo desse intenso diário, o leitor vive, de mãos dadas com Alexandra Lucas Coelho, os momentos em que ela é obrigada a cobrir o rosto, os momentos em que viaja por estradas em condições deploráveis, sempre sob a ameaça de bandidos ou Talibans, os momentos em que acorda com tiros ou explosões ou os momentos em que perante ela se apresenta a dor e o sofrimento de mães e de filhos.  

“Este livro é um acto de coragem”, mas é igualmente “um acto de optimismo”, nas palavras do também jornalista Carlos Vaz Marques a propósito de “Caderno Afegão”, título que estará no centro das atenções em mais esta sessão da iniciativa “À conversa com…”. 

Repórter premiada 

Alexandra Lucas Coelho nasceu em Dezembro de 1967. Estudou teatro e licenciou-se em Ciências da Comunicação. Jornalista com especial ligação à rádio e à imprensa, viajou várias vezes pelo Médio Oriente/Ásia Central e esteve seis meses em Jerusalém como correspondente.  

Foram-lhe atribuídos prémios de reportagem do Clube Português de Imprensa, Casa da Imprensa e o Grande Prémio Gazeta 2005. Em 2007, publicou “Oriente Próximo” (Relógio D’Água), narrativas jornalísticas entre israelitas e palestinianos. “Caderno Afegão” é o seu segundo livro. 

Luis Filipe Borges, Manuel Arouca, Francisco José Viegas, Fernando Alvim, valter hugo mãe, Richard Zimler e Manuel Jorge Marmelo são outros autores que já passaram por S. João da Madeira no âmbito do ciclo “À conversa com…”. A ideia é trazer à Biblioteca Municipal diversos escritores para contarem histórias por detrás dos livros. Além da apresentação das suas mais recentes obras, é abordado igualmente o processo criativo da escrita.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *