Póvoa de Varzim, Sociedade

Seminário Internacional “Caminhos de Santiago: O Caminho Português da Costa” – P. Varzim

Teve lugar no passado dia 20 de Maio a apresentação pública do projecto intermunicipal “Caminhos de Santiago: O Caminho Português da Costa” no Fórum Municipal Rodrigues Sampaio, em Esposende.
Trata-se de um projecto desenvolvido pela Câmara Municipal de Esposende, em parceria com os municípios de Valença, Vila Nova de Cerveira, Caminha, Viana do Castelo, Póvoa de Varzim, Vila do Conde, Porto, Maia e Matosinhos.

Visita à Igreja de São Tiago de Amorim na Póvoa de Varzim

Para além da apresentação do projecto intermunicipal, esta sessão contou com as comunicações acerca da propostas de valorização do(s) traçado(s) nos concelhos respectivos, bem como a sua descrição geográfica e histórico-cultural. Da parte da Galiza, esta sessão contou com contributos os Municípios de A Guarda, O Rosal, Baiona e Vigo.
O segundo dia foi dedicado a um Roteiro de Visita de autocarro a locais emblemáticos do Caminho Português da Costa como o Mosteiro de Leça em Matosinhos, Igreja de Nossa Senhora do Bom Despacho na Maia, Igreja de São Tiago de Amorim na Póvoa de Varzim, Marco de Fonte Boa e Alminhas do André em Apúlia (Esposende). Depois do almoço, foi tempo de outras visitas, desta feita a uma exposição fotográfica organizada no âmbito deste projecto e alusiva a locais emblemáticos deste caminho, e que está patente no Hospital Velho na Praça da Erva, em Viana do Castelo. Ainda da parte da tarde, a comitiva seguiu em visita à igreja Matriz de Caminha, Estalagem da Boega em Vila Nova de Cerveira, finalizando o roteiro no Mosteiro de Oia, em terras da Galiza.
Das conclusões desta jornada de trabalho acerca do Caminho Português da Costa, saliente-se: o potencial cultural e turístico das peregrinações a Santiago de Compostela, com impacto económico evidente ao nível da hotelaria, restauração, artesanato e comércio tradicional das localidades abrangidas pelos itinerários; o facto das rotas de peregrinação poderem ser o tema criador da oferta turística e um meio de promover o território, pese embora a peregrinação como uma oferta turística organizada é um produto ainda pouco desenvolvido em Portugal; a necessidade de sinalizar e criar uma rede apoio ao peregrino; o esforço concertado que tem sido encetado pelos municípios galegos e que levou ao seu reconhecimento pela Xunta da Galicia; a importância e a riqueza histórica do seu traçado em terras portugueses e galegas; a amenidade do clima dada a proximidade do atlântico; o deslumbre a sua paisagem e panorâmica; o património ambiental que está inerente; e o factor novidade.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

1 comentário

  1. Para a divulgação do Caminho de Santiago – Percurso Lanhel-Vila Nova de Cerveira – Valença muito agradeceremos que insiram no vosso site os links de acesso às fichas inseridas no site desta Associação

    Caminho de Santiago de Lanhelas a V N Cerveira –http://acer-pt.org/vmdacer/index.php?option=com_content&task=view&id=617&Itemid=182

    Caminho de Santiago de V N Cerveira a Valença–http://acer-pt.org/vmdacer/index.php?option=com_content&task=view&id=625&Itemid=182

    Com os melhores cumprimentos

    A.C.E.R.-ASSOCIAÇÃO CULTURAL E DE ESTUDOS REGIONAIS
    Pel’ A Direcção
    Antero Leite

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *