Portimão, Sociedade

Portimão celebra 150º Aniversário de Teixeira Gomes

Político e homem de letras. Era assim Manuel Teixeira Gomes, o sétimo presidente da I República e figura incontornável da sociedade portuguesa. Na próxima quinta-feira, 27 de Maio, completam-se 150 anos desde o seu nascimento. No dia do seu aniversário, Portimão vai prestar homenagem ao seu “filho mais ilustre”.

Amante da arte e da cultura; escritor de vários géneros literários; político, eleito sétimo Presidente da República Portuguesa; viajante errante pela Europa e Bacia do Mediterrâneo. Manuel Teixeira Gomes será invocado de forma especial, através de um programa de actividades previsto para este dia – um dos momentos mais altos das Comemorações Nacionais dos 150 anos, que Portimão leva a cabo até final de 2010.

O pianista Bernardo Sasseti, com a ajuda da Sinfonietta de Lisboa e sob a direcção do Maestro Vasco Pearce de Azevedo, sobe ao palco do TEMPO – Teatro Municipal de Portimão, pelas 21h30, para apresentar “Gente Singular”- um concerto/sinfonia em homenagem a Teixeira Gomes, em estreia mundial absoluta. Numa encomenda especial para as Comemorações dos 150 anos de Manuel Teixeira Gomes, esta obra musical pretende prestar um tributo a esta figura incontornável na história da política e das letras do nosso País, e às imagens que Portimão deixa na memória.

No âmbito das Comemorações dos 150 anos de Manuel Teixeira Gomes, a sua vida, nos contextos histórico, político, cultural e artístico, é objecto de um conhecimento aprofundado e de investigação, dando origem a um importante legado para as gerações vindouras.

Pelas 18h30, no Museu de Portimão, será apresentado ao público a obra colectiva “Manuel Teixeira Gomes: ofício de viver”. Uma publicação que retrata as vivências sobre a acção diplomática, a presidência na agonia da República, a história do Magrebe, o deslumbramento pelo Sul e a sedução feminina. Sob a coordenação de Maria da Graça Ventura, conta com estudos de seis autores, de Portugal e Argélia.

A Escola Manuel Teixeira Gomes associa-se de forma particular à festa de aniversário daquele que é o seu patrono. O seu grupo de teatro, “ A Caverna”, e os alunos da Oficina de Expressão Dramática saem à rua dando vida a “Teixeira Gomes na Cidade”, uma acção de divulgação da sua obra literária, em que um “Teixeirinha”, dois “Teixeirinhas”, muitos “Teixeiras” irão declamar e dar corpo a este grande escritor. Pela manhã, a partir das 10h00, no largo 1º de Maio, e às 18h00, em frente ao Museu de Portimão. Ao final da tarde (18h00-19h00) poderá ainda encontrar pela Zona Ribeirinha os “Teixeirinhas” nas suas bicicletas antigas de rodas assimétricas, reconstruídas pelos alunos desta Escola.

Na Casa Manuel Teixeira Gomes, o dia é marcado, pelas 17h30, pela inauguração da Escultura “Lágrimas de Agosto”, da autoria de Cristina Ferreira, numa homenagem a Manuel Teixeira Gomes, que faz uma alusão artística às duas maravilhas da natureza que constituíram a riquíssima personalidade deste homem – a sua terra, Portimão, e a sua relação com o mar.

Segue-se a inauguração da Árvore Genealógica de Manuel Teixeira Gomes. Resultante de um estudo genealógico da autoria de Nuno Campos Inácio, que os artistas Roberto Lopes e José Maria Guerreiro deram origem a uma escultura/instalação artística que passará a poder ser apreciada por todos os que visitarem a Casa Manuel Teixeira Gomes.

Quem é Manuel Teixeira Gomes

Manuel Teixeira Gomes nasceu em Portimão, a 27 de Maio de 1860. Foi um dos mais inspirados escritores do século XX. Diplomata e presidente da República, esteve no centro de acontecimentos históricos decisivos, desde o reconhecimento internacional da República à participação de Portugal na 1ª Guerra Mundial e à criação da Sociedade das Nações, antecessora da ONU, da qual foi vice-presidente. O seu humanismo, postura cívica, obra literária, acção empresarial, política e diplomática, bem como o contexto histórico e cultural em que se desenvolveram, justificam amplo conhecimento e divulgação. Faleceu em Bougie, actual Bejaia, Argélia, a 18 de Outubro de 1941.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *