Cultura, Mação

Museu de Arte Pré-Histórica de Mação entra na Rede Portuguesa de Museus

O Museu de Arte Pré-Histórica e do Sagrado do Vale do Tejo, de Mação, recebeu dia 18 de Maio, Dia Internacional dos Museus, o certificado de credenciação da Rede Portuguesa de Museus. O Presidente da Câmara Municipal, José Manuel Saldanha Rocha, e o Director do Museu, Luiz Oosterbeek, receberam das mãos do Secretário de Estado da Cultura, Elísio Summavielle, o diploma e uma placa comemorativa.
Este reconhecimento do Museu decorre, em especial, das dinâmicas que envolvem, por um lado, o conjunto da população de Mação e, por outro, o Instituto Politécnico de Tomar. O Museu, que em 2009 acolheu mais de 15 mil utilizadores, é hoje um centro de estudos e de formação avançada em arqueologia, envolvido em programas de pesquisa e de gestão cultural em diversos países da Europa, América do Sul, África e Ásia. Redes internacionais, cursos de Mestrado e Doutoramento (do IPT, UTAD e diversas universidades europeias), serviços educativos inovadores centrados na didáctica da tecnologia (Andakatu), programas museográficos inovadores no domínio das tecnologias digitais e da acessibilidade são algumas das dimensões do Museu, que também se encontra em processo de acreditação internacional, no âmbito do programa HERITY. Mas o forte empenho e dedicação de comerciantes, lojistas, voluntários e da população de Mação em geral explicam também o grande impacto económico do Museu, que representa mais de 20% do volume de negócios do sector terciário em Mação e que contribuiu para a fixação em Mação de várias dezenas de jovens nos últimos anos.
A Rede Portuguesa de Museus é uma importante rede nacional, que se encontrava fechada a novas adesões há vários anos, desde antes da reabertura do Museu. Com Mação entraram, neste dia, mais nove museus do País, com os quais Mação irá reforçar a sua dinâmica de intercâmbios nacionais.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *