Cultura, S. João da Madeira

Ciclo de colóquios estreia com “O Chapéu no Cinema” – S. João da Madeira

“O Chapéu no Cinema” é o título do colóquio marcado para esta quinta-feira (20 de Maio), às 21h30, no auditório do Museu da Chapelaria, com entrada gratuita. Participam nesta sessão os realizadores Manuel Mozos e Pedro Flores, o jornalista e apresentador televisivo Mário Augusto e ainda do professor universitário Eduardo Paz Barroso, que vai moderar o debate. 

O jornalista Mário Augusto tem sido responsável por diversos programas de cinema na televisão e na rádio. São quase duas décadas de atenção à sétima arte, em que se destacam as entrevistas a grandes estrelas do cinema norte-americano e europeu. 

Pedro Flores trabalhou vários anos como guionista para cinema e televisão. Estudou realização na London Film School. A sua primeira curta-metragem, “Listening to the Silences”, foi premiada em vários festivais internacionais. 

Manuel Mozos estreou recentemente nas salas portuguesas o seu documentário “Ruínas”, vencedor do prémio de Melhor Filme Português do Indie Lisboa e do Prémio Georges de Beauregard, no prestigiado Festival de Marselha, em França. 

(Des)cobrir muitas ideias… 

Eduardo Paz Barroso integra o painel de júris do Instituto de Cinema e Audiovisual e o painel de avaliadores da Fundação para a Ciência e Tecnologia no domínio científico das Ciências da Comunicação e da Informação. Crítico de arte e autor de inúmeras publicações e ensaios no domínio da estética, arte contemporânea, cinema e análise dos media, comenta regularmente a actualidade cultural e política na televisão e na rádio.  

O colóquio “O Chapéu no Cinema” abre o ciclo “Um Chapéu pode cobrir muitas ideias… “, que prosseguirá com sessões dedicadas ao chapéu no teatro de marionetas, na política e na Religião, entre outras.  

A iniciativa é  promovida pela Associação dos Amigos do Museu da Chapelaria, em colaboração com a Faculdade de Ciências Humanas e Sociais da Universidade Fernando Pessoa e tendo como comissário o professor Eduardo Paz Barroso.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *