Economia

Internacionalização da cortiça com design

De Nova Iorque a Tóquio, assim se processa a internacionalização da colecção Alma Gémea, uma proposta diferenciadora para o sector dos bens de consumo para a casa, que conjuga dois produtos de forte cariz nacional: a cortiça e a faiança. 
A Alma Gémea estará em no MoMA – Museum of Modern Art of New York -, no espaço Destination Portugal, a partir de hoje, por um período provisório a partir do qual poderá ser seleccionada para integrar o catálogo de venda do museu. Esta colecção pode desde já ser adquirida em www.momastore.org, o website do MoMA, um dos maiores, mais visitados e conceituados museus de arte moderna do mundo, com um papel determinante na afirmação de tendências de arte em Nova Iorque, apresentando-se como uma excelente montra para a Alma Gémea nos Estados Unidos da América.  
Em simultâneo, a colecção estará também presente na Loja de Serralves, parceira do MoMA na promoção do design português, que terá em exposição vários objectos que compõem o projecto Destination, que incluem, além da Alma Gémea, acessórios de moda em cortiça e mobiliário, jóias contemporâneas que incorporam técnicas tradicionais como a filigrana, entre outros.
O mercado japonês também integra a rota de internacionalização da colecção. A Alma Gémea vai estar exposta de 2 a 4 de Junho na Feira Interior Lifestyle de Tóquio, considerada como um dos principais pontos de encontro da indústria de bens de consumo e decoração de interiores na Ásia.
Uma plataforma de internacionalização está também a ser preparada a partir de Portugal. Merece especial destaque a Loja Feitoria, do aeroporto de Faro, onde a Alma Gémea está em mostra, um produto português, feito a partir de duas matérias-primas nacionais, com um conceito estético contemporâneo, capaz de cativar o interesse dos turistas.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *