Sociedade, Trofa

Polícia Municipal da Trofa apoia GNR no combate à criminalidade

A Polícia Municipal da Trofa tem actuado numa parceria ímpar com a Guarda Nacional Republicana (GNR) no âmbito da fiscalização do cumprimento das normas de estacionamento de viaturas e de circulação um pouco por todo o concelho da Trofa.
 
A vigilância dos espaços públicos, designadamente áreas circundantes de escolas, dos edifícios e equipamentos municipais têm sido também algumas preocupações desta força de segurança que tem revelado uma actuação crescente na prevenção da criminalidade, contribuindo, desta forma, para uma maior segurança no Concelho da Trofa, em colaboração estreita com a Guarda Nacional Republicana.
 
No passado mês de Abril, a Policia Municipal efectuou diversas participações de crime, bem como detenções em flagrante delito, identificação de condutores sem carta nem documentos de identificação, e transporte de passageiros de forma ilegal.
 
Para a Câmara Municipal da Trofa, o serviço da Polícia Municipal permite melhorar os padrões de convivência cívica e a protecção dos cidadãos, exercendo a sua competência em toda a extensão geográfica do Município, nas suas oito freguesias. No entanto, face às competências que lhe estão atribuídas e ao número de agentes que integram o seu corpo, desenvolve sobretudo, a sua actuação com maior incidência na área urbana do Concelho.
 
A Câmara Municipal da Trofa considera, por isso que este modo de actuação só é possível, devido ao excelente relacionamento da Policia Municipal com a GNR, no que diz respeito à partilha de informações e meios.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

1 comentário

  1. acho óptimo a parceria entre as forças, só que onde param elas.Estou com frequência na bifurcação na curva de quem do hospital.É caótico,arrepiante,carros a ocupar a via,em cada 10 automobilistas 3 vêm a usar tlm. aparcam em cima do passeio e velocidades acima dos 100 klms e policia,nada..
    é preciso sair da poltrona,srs agentes.. e já agora lhes digo, á sorrelfa espreitem na rua josé régio, caminho que vai dar á misericordia e mesmo com  sinal de 40 klms as funcionárias da dita passam autenticos fangios dobrando a velocidade e + pondo em causa,velhilhos do lar que por esta rua fazem ,serventia,  moradores, crianças e animais que perdem no confronto com as loucas do volante. um pouco antes das 8 da manhã, meio-dia,duas horas, enfim,sempre só que o horário citado é o mais critico.
    Fiz chamada de atenção ao comendador Amadeu, mas este sr. é demasiado brando, e facilmente manipolável.  
    Vou continuar, a tentar passar,eu e a minha cadeira de rodas até que deixem de pôr o carro em cima do passeio etc etc etc.Apenas quero uma coisa,que me respeitem como cidadão,e acima de tudo como um ser humano que deveria merecer a sua (deles) compreensão.Quem sabe…. não o quero que este (calvário) aconteça com ninguém, mas se tiverem a desdita de passarem para o lado de cá, vão pensar duas vezes…muitas vezes.
    Espero que esta minha chamada de atenção não caia no vácuo como tem sido habitual.
    Saudações,

    Américo Silva 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *