Sociedade

Podologistas Voluntários ajudam peregrinos a chegar a Fátima

Entre os dias 7 e 12 de Maio, a Associação Portuguesa de Podologia (APP), assiste, gratuitamente, todos os peregrinos que necessitem de cuidados podológicos nos postos estratégicos de Águeda (dia 7), Anadia (dias 7), Mealhada (dia 7), Coimbra (dia 8), Pombal (dias 9 e 10) e Fátima junto à Nova Basílica (dias 11 e 12).
De acordo com o Dr. Manuel Azevedo Portela, presidente da Associação Portuguesa de Podologia e coordenador da Licenciatura de Podologia da Escola Superior de Saúde do Vale do Ave da CESPU “são muitos os quilómetros percorridos em pouco tempo, e a sobrecarga de longas caminhadas causam repetidos microtraumatismos nos pés dos peregrinos que se manifestam através das dores, bolhas, edemas, excesso de transpiração, entorses, rupturas ligamentares, queimaduras e incapacidade de marcha”.
A APP colabora desde 2004 no apoio aos peregrinos a Fátima, colocando à disposição dos mesmos “cuidados diferenciados, altamente especializados e com as normas de desinfecção e esterilização adequados, garantindo uma assistência gratuita e qualificada, indispensável para uma peregrinação mais saudável”, acrescenta o especialista. Este apoio diferenciado é realizado por mais de 200 voluntários, entre podologistas e alunos da licenciatura de podologia, numa unidade móvel encetada num camião TIR.
A Associação Portuguesa de Podologia recomenda ainda a todos os peregrinos que não realizem caminhadas superiores a três horas, usem roupas frescas e que permitam a transpiração, usem calçado que permita a respiração do pé e meias de fibras naturais e sem costura, não furem as bolhas dos pés nem apliquem pomadas ou medicamentos sem consultar um especialista e não caminhem entre as 12 e as 16 horas, por ser o período de maior incidência solar.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *