Sociedade

AMBINERGIA é “Meca” do sectordurante quatro dias

 A 2.ª Feira Internacional de Ambiente, Energia e Sustentabilidade (na EXPONOR de 27 a 30 próximos) está na rota do Pólo de Competitividade e Tecnologia “Engineering & Tooling”, que visita a AMBINERGIA na tarde do dia 28 para apresentar às empresas expositoras do certame as competências diferenciadoras da indústria portuguesa de moldes, ferramentas especiais e plásticos.

     O despiste de oportunidades de negócios está também na bagagem, tanto mais que o Pool_net – Associação que gere este Pólo e que agrega empresas, entidades tecnológicas, formativas e associativas do sector –  tem a energia e o ambiente como um dos seus mercados estratégicos.

     A participação assumirá a forma de “workshop” e integrará na comitiva representantes da Associação Nacional da Indústria de Moldes (CEFAMOL), do Centro Tecnológico da Indústria de Moldes, Ferramentas Especiais e Plásticos (CENTIMFE), e das empresas LN Moldes, UEpro, Edaetech – Engenharia e Tecnologia, MC Graça, Moldes RP, GECO, Lismolde 2, Vipex e Moldoeste Plásticos.

     E porque de negócios se trata, a Embaixada da República da Polónia – país-convidado da AMBINERGIA 2010 – promoverá (na tarde do dia 27) um seminário sobre as oportunidades do mercado polaco na área das energias. A sessão tem prevista a intervenção da Ministra da Energia da Polónia, que participará igualmente na inauguração da feira. O objectivo da iniciativa passa por fornecer às empresas lusas informação sobre os requisitos, condições e benefícios de uma eventual aposta empresarial num país pleno de oportunidades. 

CLIMA toma “pulso” ao território durante o evento 

     Mas o programa de manifestações paralelas à AMBINERGIA 2010 não se fica por aqui. Um dos eventos de destaque é o CLIMA 2010 – 2.º Congresso Nacional das Alterações Climáticas, que, numa ampla reflexão, ocupará o Centro de Congressos da EXPONOR durante os três primeiros da mostra, com organização da Associação Portuguesa de Engenharia do Ambiente (APEA), em colaboração com a Federação Europeia das Associações de Profissionais do Ambiente (que agrega mais de 30 mil funcionários da área).

     À tribuna subirão nomes como Carlos Borrego, ex-ministro do Ambiente e professor catedrático de Engenharia do Ambiente da Universidade de Aveiro (UA), António Gonçalves Henriques, director-geral da Agência Portuguesa do Ambiente (APA), João Peças Lopes, da direcção do Instituto de Engenharia de Sistemas e Computadores (INESC-Porto), Cláudio Monteiro, investigador e professor da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (UP), Luís Fernandes, administrador-delegado da RNAE – Associação das Agências de Energia e Ambiente – Rede Nacional, Myriam Lopes, da UA, José Basílio Simões, presidente-executivo da ISA – Intelligent Sensing Anywhere, Luís Ribeiro, da EWEN – Soluções Globais em Energia e Ambiente, Francisco Ferreira, da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa (UNL), Cristina Garret, da Câmara Municipal de Oeiras, Paula Santos, da OEINERGE; Luís Castanheira, da ENERGAIA – Agência Municipal de Energia de Gaia; Inês Mourão, da Ecoprogresso – Consultores em Ambiente e Desenvolvimento, e Rogério da Ponte, da Self Energy.

     Os temas previstos para o debate são diversificados e, entre outros, incluem: a Autonomia Energética e Combate às Alterações Climáticas nos Países Lusófonos, os Projectos Premiados pelo Galardão Rede Climática, “Smart Grids” e “Smart Metering” – Rumo a Cidades de Baixo Carbono, o Pacto dos Autarcas – Contributo das Autoridades Locais no Combate às Alterações Climáticas, o Papel do Transporte Ferroviário no Combate às Alterações Climáticas, a Inovação em Soluções de Mobilidade Sustentável nas Cidades, a Mobilidade Eléctrica: novo paradigma na mobilidade, os Novos Desafios Internacionais na Mitigação das Alterações Climáticas, a Eficiência Energética e Serviços de Energia no Combate às Alterações Climáticas e, por último, a Captura e Sequestro de Carbono. 

Brigadas Carbono “inspeccionam” feira… 

     Uma das mais recentes entradas para o lote de actividades paralelas da feira é o seminário organizado pela Associação Portuguesa de Empresas de Tecnologias Ambientais (APEMETA), no dia 27, sobre a gestão dos resíduos e as políticas actuais versus as novas unidades de tratamento.

     A Deco – Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor, por seu lado, aproveitará a AMBINERGIA para colocar em campo as suas “Brigadas Carbono”. O objectivo da iniciativa passa pelo incentivo e responsabilização dos consumidores (individuais e empresariais) a adoptar medidas racionais em relação ao uso da energia eléctrica, bem como pela demonstração das consequências económicas e ambientais da sua utilização. As equipas são constituídas por colaboradores da Deco com formação em ambiente.

     O enfoque incide sobre as alterações climáticas, as fontes de energia renováveis e a eficiência energética, na tentativa de cada vez mais despertar o interesse de todos para a temática e as consequências ambientais decorrentes do consumo e produção. 

Uma ênfase na mobilidade 

     Direccionado para todos aqueles que procuram produtos e serviços que desenvolvam os seus negócios, desde engenheiros, arquitectos, profissionais da área do ambiente, energia e sustentabilidade, docentes, investigadores e, também, para o público em geral, e superado o desafio da estreia (85 expositores, 5.353 visitas no ano passado), a Feira Internacional de Ambiente, Energia e Sustentabilidade regressa à EXPONOR com uma ênfase particular no segmento da mobilidade.

     Perante a constante evolução do mercado, refere o director da AMBINERGIA 2010, «é nosso entender tratar-se do momento adequado para prestar o enfoque que o tema merece. Será feito com um enquadramento próprio e uma visibilidade adequada, e contando com o apoio do “Plano Tecnológico” coordenado pela Secretaria de Estado da Energia e Inovação», acrescenta, pretendendo que o nicho alcance na exposição uma «elevada amplitude».

     O certame, no entanto, mantém nuclearmente os quatro temas que mais se têm destacado no sector: a Energia, a Eficiência Energética, os Resíduos e o Conhecimento e Formação Profissional.

Outros eventos paralelos:

Seminário Técnico COGEN  
Data: 27 de Maio, durante a tarde  
Organização: COGEN Portugal 

Seminário sobre “Oportunidades das Empresas Portuguesas na Polónia na Área das Energias”  
Data: 27 de Maio, durante a tarde 
Organização: Embaixada da República da Polónia 
 
Acção Energia Portugal 2020 – inovação tecnológica, tecnologias e sistemas energéticos, cidades do futuro

Data 28 de Maio,  
Organização: AdEPorto – Agência de Energia do Porto 
 
Seminário Oportunidades das Empresas Portuguesas na Polónia, na Área das Energias   
Data: 27 de Maio, durante a tarde 
Organização: Embaixada da República da Polónia 
 
Acção Energia Portugal 2020  
Data: 27 de Maio, de tarde e 28 de Maio, durante todo o dia  
Organização: AdEPorto – Agência de Energia do Porto 
 
Workshop: Hidrogénio, Energia e Sustentabilidade  
Data: em definição 
Organização:  
AP2H2 – Associação Portuguesa para a Promoção do Hidrogénio 
INEGI – Instituto Engenharia Mecânica Gestão Industrial 
FEUP – Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto 
 
Síntese:

AMBINERGIA 2010 – 2.ª Feira de Internacional de Ambiente,

Energia e Sustentabilidade

Organização: EXPONOR – Feira Internacional do Porto

Local: EXPONOR – Feira Internacional do Porto (Leça da Palmeira, Matosinhos)

Data: de 27 a 30 de Maio 2010 (de quinta-feira a domingo)

Horário: das 10 às 20 horas

Em exposição: a AMBINERGIA está aberta a todas as empresas: que disponibilizam novas tecnologias energéticas; que produzem estruturas para produção de energia; especializadas em auditorias energéticas e em certificação energética e ar interior nos edifícios; que prestam serviços de apoio na área do ambiente e da energia; com soluções de captação, armazenamento, tratamento e distribuição de água; com soluções de recolha, tratamento, transporte e valorização de resíduos; operadoras de gestão de resíduos; de tratamento de resíduos industriais perigosos; de certificação ambiental; que prestam serviços de apoio na área da sustentabilidade; que prestam serviços de análises laboratoriais (águas, efluentes, ruído, etc.)

Perfil do visitante: A AMBINERGIA destina-se a todos os profissionais que pretendem orientar a sua empresa/instituição para uma via ecológica quer se trate de: empresários; responsáveis e técnicos de empresas; auditores e consultores; responsáveis da administração pública central, regional e local; técnicos das autarquias; arquitectos e engenheiros; técnicos de laboratório; profissionais da área do ambiente, energia e sustentabilidade; docentes e investigadores. O certame abre-se aos profissionais e, também, ao público.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *