Évora, Sociedade

Câmara de Évora cria Cartão de Utente das Piscinas Municipais

A Câmara Municipal de Évora vai implementar este ano, durante a época balnear de verão, o Cartão de Utente das Piscinas Municipais cujo objectivo é proporcionar uma série de benefícios aos seus utilizadores. 

Esta novidade, destinada exclusivamente aos residentes do concelho, significará a redução de preços na aquisição de ingressos para este complexo desportivo. 

O cartão deve ser requisitado nos serviços administrativos das Piscinas Municipais mediante a apresentação do Bilhete de Identidade/Cartão de Cidadão, uma fotografia actualizada, requerimento devidamente preenchido e um comprovativo da morada (água, luz, telefone).  

Os munícipes até aos 10 anos não pagam e dos 11 aos 17 terão adquirir um ingresso no valor de 2,10 euros. Entre os 18 e os 64 anos a entrada custa 2.73 euros, enquanto que os reformados, pensionistas e maiores de 65 anos irão despender apenas 1.37 euros. Todo o cidadão deficiente terá acesso gratuito às piscinas. 

O preço do bilhete diário de ingresso nas piscinas para quem não possuir Cartão de Utente ou residir fora do concelho será de 3.52 euros. 

A Câmara Municipal assume, assim, como custo social uma comparticipação variável em função da idade, destinada a fomentar a prática desportiva dos munícipes residentes no concelho de Évora. 

A emissão dos Cartão de Utente não tem qualquer custo para o munícipe. 

As piscinas Municipais de Évora vão estar a funcionar a partir do dia 1 de Junho, fechando as suas portas a 12 de Setembro. Este complexo funcionará sempre entre as 09h00 e as 20h00, com excepção para o domingo e a segunda-feira em que estará aberto a partir das 13h00. 

Este ano, a Câmara Municipal de Évora procedeu à renovação do sistema de tratamento da água por cloro através da aquisição de um novo equipamento, um investimento na ordem dos 50 mil euros.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

1 comentário

  1. Acho tratar-se de uma boa decisão com beneficios á vista para os municipes.Todavia permitam-me fazer lembrar no que respeita ao cumprimento e fazer cumprir as normas internas (conduta e segurança ) Deverão haver cuidados acrescidos, para que o parque volte a ser o que foi em tempos aureos, um lugar de prazer e bem estar. Dizendo tudo isto não posso deixar de manifestar mais uma vez, todo o meu apreço pela decisão do municipio. BEM HAJA.M

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *