Alcoutim, Sociedade

Almoço convívio assinala fim da surdez em Alcoutim

Um almoço-convívio, realizado no passado Sábado no cais de Alcoutim, assinalou o ponto final que a autarquia pôs à surdez no concelho, numa iniciativa encetada há uma ano atrás com o programa de combate à surdez.  

Os problemas de audição afectavam no concelho de Alcoutim cerca de 200 munícipes carenciados, que desconheciam a resolução do problema ou, conhecendo-a, eram travados pela impossibilidade prática de a alcançar. O Estado comparticipa 22 euros na compra de uma prótese auditiva cujo valor pode ascender os 1.000 euros, um valor impraticável para alguém cuja reforma ronda os 200 euros. Isolados pela serra algarvia, estes idosos viviam ainda isolados pela surdez e a Câmara de Alcoutim decidiu actuar. A solução encontrada, que passou por um acordo entre o Município de Alcoutim e a Misericórdia local com uma empresa da especialidade, já diagnosticou e resolveu a surdez de 190 alcoutenejos.  

Durante o almoço alguns dos beneficiários agradeceram à autarquia pela iniciativa que os tirou do isolamento a que julgavam já não poder escapar. Cerca de 200.000 euros foi o valor investido pelo município no programa de combate à surdez. “Valeu a pena”, garante o presidente da Câmara de Alcoutim, Francisco Amaral.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

3 comentários

  1. Tomei conhecimento deste caso pela TV. Só pela felicidade daquele casal que, após alguns anos, poderia voltar a conversar, já teria valido a pena o esforço. Exemplo de como os dinheiros públicos podem ser bem utilizados. Parabéns aos responsáveis pela iniciativa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *