Cultura, Póvoa de Varzim

Museu Municipal tem duas novas exposições – P. Varzim

O Museu Municipal tem recebido várias exposições que recordam e, dessa forma, preservam o Património, História e Etnografia da Póvoa de Varzim. Assim, tem já patente uma exposição sobre Trajes de Luxo e outra com o tema “Os frutos da terra em Alberto Sampaio”.
Até 30 de Maio está em exposição o “Traje de Luxo na Póvoa de Varzim do primeiro quartel do século XX”. São mais de 85 peças que retratam os momentos mais marcantes da classe piscatória e da burguesia, como os casamentos e os baptizados. As roupas usadas pelos padrinhos, em ambos os casos, também estão em exposição. A roupa interior, diferente nas duas classes económicas, consta desta mostra.
“Os frutos da terra em Alberto Sampaio” está já patente mas a sua inauguração oficial será no dia 15 de Maio, no âmbito da Noite dos Museus. Estará presente a Comissária da Exposição, Emília Nóvoa Faria, e será ainda feita uma visita guiada.
A exposição, patente até finais de Junho, é subordinada aos temas rurais e agrícolas que motivaram Alberto Sampaio, divide-se por seis áreas, designadamente a vinha, o campo, a mata, o pomar, a horta e o jardim, identificadas com as matérias de estudo e de experimentação por ele levadas a cabo na Quinta de Boamense. Dão-se assim a conhecer alguns dos muitos apontamentos manuscritos do historiador sobre as mais diversas plantações, desde árvores e vides até “novidades” hortícolas e flores, apontamentos que contêm o registo do que de mais significativo lhe importava reter. Apresentam-se também catálogos de viveiros nacionais e internacionais da sua biblioteca, muitos deles anotados e a partir dos quais encomendava, não raras vezes, produtos ainda não comercializados em Portugal. O conjunto de citações retirado da sua correspondência é também um manancial de interessantes e curiosas informações. Na correspondência com Luís de Magalhães, dominam claramente os assuntos da agricultura e da vitivinicultura, enquanto a horticultura, a jardinagem e a floresta são temas recorrentes nas cartas trocadas com Jaime de Magalhães Lima. A apreciação dos vinhos, essa estava entregue aos seus velhos amigos Antero de Quental e Oliveira Martins.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *