Cultura, Évora

Projecto de Arte Pública “Árvore da Vida” – Évora

Claire Anna Watson, artista plástica australiana, vai “decorar” com muitos frutos e flores uma árvore no Jardim Público de Évora no próximo dia 24 de Abril, sábado. Esta acção faz parte de um projecto de arte pública que artista intitula “Árvore da Vida”, e que conta com o apoio da Fundação Obras, em conjunto com a Câmara Municipal de Évora.
 
No mês de Abril Claire Anna Watson foi residente na Fundação OBRAS, em Evoramonte, tendo experienciado nos arredores o clima, as árvores, as flores e a comunidade local como um paraíso, e isso levou-a a idealizar este seu projecto “Árvore da Vida”.
 
A instalação toma esta “Árvore da Vida” como a árvore do paraíso, que proporcionava a imortalidade e outras propriedades divinas. Contudo, não se refere só à “Árvore da Vida” que figura na Bíblia, mas também noutras religiões e mitos. Frequentemente simboliza a ligação entre a terra e o céu, entre o visível e o invisível. Outras referências estão ligadas à derradeira fonte de vida e à unificação do todo, nomeadamente pela divisão infinitiva dos ramos até se ligarem ao todo.
 
Claire Anna Watson está a trabalhar no seu mestrado em artes visuais na Monash University, em Melbourne (Austrália), e é especializada em projectos de arte em espaço público. Intrigada pela beleza escondida do comum, faz instalações e trabalhos em vídeo usando objectos da vida diária, frequentemente frutos e vegetais, dispostos num contexto absurdo. Os seus trabalhos já foram apresentados na Austrália, Finlândia e Turquia. Trabalhou como coordenadora, moderadora, membro de direcção, oradora convidada e crítica em vários projectos de arte. Escreveu catorze ensaios e revisões acerca de exposições e projectos de arte.
 
Claire Anna Watson iniciará o seu trabalho no dia 24 de Abril, durante a tarde, podendo o público assistir ao processo de decoração da árvore no Jardim Público com muitos frutos e flores. No 25 de Abril a árvore permanecerá em exposição até ao final do dia.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *