Mação, Sociedade

Projecto “AproxiMação” mostra novas realidades de Inclusão Social

Na sequência da acção de formação sobre Empresas de Inserção realizada em Fevereiro, em Mação, o Contrato Local de Desenvolvimento Social (CLDS) de Mação – projecto “AproxiMação” – voltou a convidar várias entidades do Concelho, desta vez  para tomarem contacto com a realidade e funcionamento de empresas de Inserção.
Como tal, representantes de Juntas de Freguesia, Instituições de Solidariedade Social (IPSS) e Associações do Concelho de Mação passaram um dia no Fundão, onde visitaram as instalações da Santa Casa da Misericórdia e perceberam a dimensão e abrangência do trabalho desenvolvido pelas duas empresas de inserção associadas a esta IPSS (uma dedicada à restauração, a outra à produção agrícola).
A visita às instalações e as explicações dos técnicos foram primordiais para que os visitantes de Mação pudessem perceber como se podem constituir este tipo de empresas e como estas são motores de integração de pessoas em situação de desfavorecimento no que diz respeito ao mercado de trabalho.
Entretanto, no passado dia 8 de Abril, o CLDS promoveu nova acção com a visita à Loja Social de Portalegre novamente para os representantes das Juntas de Freguesia e das Instituições de Solidariedade Social do Concelho.
No seu Plano de Acção, o CLDS contempla a criação de uma Loja Social, pelo que o objectivo desta actividade consistiu em estabelecer uma parceria com as várias instituições do Concelho, que têm donativos, de modo a criar um espaço comum, com uma gestão comum.
Na Loja Social de Portalegre, um espaço de atendimento e acompanhamento de indivíduos ou famílias mais carenciadas daquele Concelho, foi explicado todo o processo aos visitantes, além de uma visita completa às instalações. Ficaram a saber como funciona uma Loja Social, de que forma apoia os mais desfavorecidos, como consegue estabelecer uma vasta rede de parcerias com empresas de vários ramos de actividade (desde lavandarias a grandes superfícies comerciais) e como envolve neste processo programas de voluntariado.
Esta acção contemplou também uma visita às instalações da Escola de Hotelaria de Portalegre, onde puderam ver 15 formandos da Loja Social a aprender a arte da confecção na cozinha. Neste curso, os formandos elaboram a sua própria refeição (que levam para casa), com alimentos doados pelos parceiros da Loja Social e, no final, obtêm a carteira profissional, que lhes permitirá encontrar emprego com mais facilidade.

Com a visita à Santa Casa da Misericórdia do Fundão e à Loja Social de Portalegre os representantes das entidades Maçaenses têm agora pontos de referência e outra percepção de como se poderá implementar este tipo de serviços num Concelho como o de Mação, promovendo assim a inclusão social, o objectivo-base do Contrato Local de Desenvolvimento Social.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *