Cultura, Trofa

6º. Encontro Lusófono de Literatura Infanto-Juvenil na Trofa de 1 a 8 de Maio

A Edição de 2010 do Encontro Lusófono de Literatura Infanto-Juvenil, organizado pela Câmara Municipal da Trofa já está em preparação e vai decorrer de 1 a 8 de Maio, tendo como palco a Casa da Cultura da Trofa.
 
A inauguração do Encontro Lusófono de Literatura Infanto-Juvenil da Trofa está marcada para dia 1 de Maio, pelas 21h00, na Casa da Cultura, com abertura simultânea da edição 10 da Feira do Livro local.
 
A Câmara Municipal da Trofa orgulha-se de organizar este evento cultural que reúne autores consagrados da literatura dedicada aos mais novos, tão lisonjeador da cultura e arte portuguesa, já que, como refere a Presidente da Autarquia, Joana Lima, “a realização de iniciativas e acções como esta, que possibilitem a projecção e a preservação da língua portuguesa em toda a sua plenitude artística, histórica e cultural são afinal um imperativo de cidadania de todos nós, para permitir um desenvolvimento completo, integral e equilibrado das nossas crianças e dos nossos jovens”.
 
De resto, “a divulgação da identidade literária e cultural da língua portuguesa” está na base desta realização da autarquia, como defende o Vereador da Cultura da Câmara Municipal da Trofa, Assis Serra Neves que considera ainda que “esta iniciativa constitui mais uma possibilidade de elevar os níveis de literacia da população, em particular dos mais jovens, que podem assim desenvolver mais competências e conhecimentos nos domínios da leitura, da escrita e da arte, bem como o alargamento e aprofundamento dos seus hábitos de leitura”.
 
 
Sérgio Godinho a 3 de Maio
às 14h00, na CCT
 
Este ano, o Encontro Lusófono de Literatura Infanto-Juvenil vai receber nomes como Ana Vicente, Arsénio Mota, Augusto Carlos, Cármen Andrade, Isabel Minhós Martins, João Alberto Roque (vencedor do V Concurso Literário da Trofa – conto infantil), José Luandino Vieira, Luísa Dacosta, Marlene Ferraz (vencedor do VI Concurso Literário da Trofa – conto infantil), Pedro Seromenho, Sérgio Fernandes (vencedor do VIII Concurso Literário da Trofa – conto infantil) e o cantor e autor Sérgio Godinho que estará na Trofa, na próxima segunda-feira, 3 de Maio, a partir das 14h00.
 
No mesmo período, os contadores de Histórias Clara Haddad (3 de Maio) e Carlos Moreira (6 de Maio) vão encantar os interessados em participar nas sessões abertas ao público em geral, a partir das 18h00, na Casa da Cultura da Trofa.
 
Paralelamente, as escolas do Concelho da Trofa terão espaços privilegiados de contacto com a cultura lusófona nomeadamente nos espectáculos e ateliês para o público escolar. A 3 de Maio às 10h00, 11h30, 14h00 e 15h30 a Contadora de Histórias Clara Haddad vai trabalhar com grupos escolares. A 4 de Maio decorre o Atelier “Filactera, meu amor: a linguagem da banda desenhada como aliada na promoção da escrita e da leitura” com Miguel Horta, às 11h00 e às 14h00. O Espectáculo “Feitiço da Birra” chega a 5 de Maio às 10h00, 11h30, 14h00 e 15h30 e a 6 de Maio regressam as Histórias Contadas com Carlos Moreira às 10h00, 11h30, 14h00 e 15h30, a finalizar este programa, a 7 de Maio, a atenção vai para o Espectáculo “Bicicleta da República” às 10h00 e às 11h30.
 
 
As mornas de Nancy Vieira
a 8 de Maio às 21h30
 
Simultaneamente, o Encontro Lusófono de Literatura Infanto-Juvenil 2010 propõe novas acções de formação, designadamente  o Ateliê Scriptorium com Carla Moura de 3 a 7 de Maio, ainda a Acção de Formação “Ler para Entender – Língua Portuguesa e Formação de Leitores a 8 de Maio e a Oficina Pedagógica Scriptorium e Oficina Multimédia com Carla Moura, a 8 de Maio.
 
Em Maio, as salas de Exposições da Casa da Cultura também estarão dedicadas à expressão e divulgação da Cultura Lusófona ao receberem as mostras Resistência Timorense da Fundação Mário Soares e Quase – Ilustração (ilustrador vencedor do VIII Concurso Literário da Trofa)
 
A Música e Dança chegarão à Casa da Cultura, a 1 de Maio, com o Grupo Semente, a 2 de Maio com os Verdegaio: música tradicional galega e portuguesa e a 8 de Maio com as mornas de Nancy Vieira, a partir das 21h30.
 
 
X Feira do Livro da Trofa
de 1 a 8 de Maio na CCT
 
O Encontro Lusófono 2010 de Literatura Infanto-Juvenil vai ainda incluir a realização da X Feira do Livro da Trofa, com o lançamento e apresentação de vários Livros como é o caso da publicação “Quase”, texto de Sérgio Fernandes, ilustrações de Gabriel (conto vencedor do VIII Concurso Literário da Trofa – Conto Infantil “Prémio Matilde Rosa Araújo”), e ainda dos Livros “Ânfora de Afectos” de Luís Américo Fernandes (2 de Maio) e “A pergunta da Bicharada” de Augusto Carlos (3 de Maio). Em paralelo, vai ter ainda lugar a Entrega dos Prémios “Melhores Leitores 2009” a 1 de Maio, a Apresentação do Plano Concelhio de Animação da Leitura a 2 de Maio e a participação activa dos Agrupamentos Escolares e das Escolas do Concelho da Trofa que terão a seu cargo a realização de vários espectáculos a cada dia do Encontro de 3 a 7 de Maio.
           
 
Alto Patrocínio de Sua Excelência
o Presidente da República Portuguesa
 
O Encontro Lusófono de Literatura Infanto-Juvenil conta com o Alto Patrocínio de Sua Excelência o Presidente da República Portuguesa e com os apoios do Ministério da Cultura – Direcção-Geral do Livro e das Bibliotecas, da Fundação Mário Soares, do Centenário da República e com os patrocínios da Delta e do Grupo Filinto Mota.
 
O Encontro Lusófono de Literatura Infanto-Juvenil teve a primeira edição em 2005 e, desde então, já contabilizou cerca de 22 000 participantes e visitantes.
 
Face a estes números pode constatar-se que se trata de uma iniciativa abrangente e inovadora que procura, através de acções de divulgação, formação e animação, desenvolver hábitos de leitura e de fruição de produtos culturais para além de fomentar o intercâmbio entre os países de língua oficial portuguesa, valorizando a cultura lusófona.
 
Já marcaram presença no Encontro Lusófono, autores ilustres como Alice Vieira, Isabel Alçada, Ana Maria Machado (escritora brasileira, vencedora do prémio Hans Christian Andersen, com mais de 18 milhões de livros vendidos em todo o mundo), Ondjaki (escritor angolano) ou Olinda Beja (de S. Tomé e Príncipe, entre outros.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

2 comentários

  1. Gostava de receber a Programação do Encontro, com a morada e ficha de inscrição.
    Com meus cumprimentos,

    Lilian Azevedo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *