Sociedade

“PORTOJÓIA Design” é o novo aliadodo Ano Internacional da Biodiversidade

No Ano Internacional da Biodiversidade, a campanha de consciencialização da Organização das Nações Unidas em prol de um planeta naturalmente mais rico ganhou mais um aliado. O prémio “PORTOJÓIA Design”, iniciativa que integra a 21.ª Feira Internacional de Joalharia, Ourivesaria e Relojoaria, e que decorre na EXPONOR de 22 a 26 de Setembro, juntou-se ao esforço de reflexão planetário e elegeu como tema precisamente a biodiversidade (todos os pormenores em www.portojoia.exponor.pt).

     O concurso, que conhece este ano a 6.ª edição, visa distinguir a originalidade, a inovação e o design de peças de joalharia e ourivesaria de adorno pessoal e decorativas criadas por estudantes e formandos de design de jóias, de produto e de cursos de ourivesaria, que são os destinatários desta actividade.

     O “PORTOJÓIA Design” tem-se assumido como um evento ponta-de-lança na aproximação dos formandos ao mercado de trabalho e, ao mesmo tempo que vai revelando novos talentos, mostra ser uma «boa plataforma de ligação entre o mundo formativo e o empresarial», como assegura a directora do certame da EXPONOR, Amélia Monteiro.

     «Habituámo-nos a ver o luxo – que a joalharia e ourivesaria partilham – associado à futilidade e esquecemo-nos que, desde os primórdios, a reserva estética sempre ocupou um quinhão importante na curva evolutiva do Homem, cumprindo mais do que uma função. Daí, na escolha do tema do PORTOJÓIA Design 2010, a biodiversidade fazer todo o sentido, numa espécie de “back to basics”», contextualiza Amélia Monteiro.

     A organização espera, pois, que em competição pelo Prémio esteja uma multiplicidade de propostas que, não só fazendo justiça ao tema, exercite criativamente a dupla composta pelo design de produto e de comunicação, devidamente segmentados em critérios de avaliação que se prendem com a adequação ao tema/conceito proposto, criatividade, potencial comercial, viabilidade para produção industrial, comunicação e embalagem, assim como a inovação e a contemporaneidade. O envio das candidaturas deve fazer-se de 5 a 9 de Julho (modus operandi disponível no endereço electrónico da feira).

     O vencedor, eleito pelo júri, terá o seu protótipo produzido e, caso exista viabilidade, será comercializado exclusivamente pela empresa parceira da iniciativa, a António Marinho, a qual, durante cinco anos, pagar-lhe-á o correspondente a cinco por cento sobre o preço de venda à saída da fábrica. Para além deste aliciante, o vencedor é convidado a participar na feira do ano seguinte, no Espaço Criadores.

     A PORTOJÓIA, recorde-se, conta já com mais de 20 anos de presença no mercado a fomentar negócios e relações comerciais, apoiando as empresas e dando a conhecer as tendências do sector. Para além de ser o momento onde os empresários iniciam e fecham os grandes negócios da temporada, a exposição funciona igualmente como fórum de reflexão.

     Em 2010, o acontecimento volta a contar com a participação das mais representativas e prestigiadas empresas do País (onde a ourivesaria tem uma larga tradição que remonta ao período da civilização castreja, desde a Idade do Ferro) e várias internacionais. 

Da escola aos novos criadores 

     A PORTOJÓIA é também palco de diversas actividades complementares que espelham e estimulam a crescente orientação do sector na afirmação da sua competitividade, através da inovação e da adopção do design na concepção das peças, responsáveis por trazer dinamismo e inovação ao certame.

  O Espaço Escola é uma dessas actividades, visando aproximar as escolas das empresas expositoras, não só através da divulgação dos seus programas de formação, como também através da prática, mostrando como se aplicam e cruzam técnicas ancestrais e inovadoras na fabricação de jóias de adorno pessoal e peças decorativas.

  O projecto tem acolhido instituições de ensino profissional de outros países, sobretudo de Espanha. Este é também um espaço onde as entidades expõem as últimas novidades desenvolvidas pelos seus centros de investigação e que, na rampa de lançamento da feira, facultam novas potencialidades e da indústria da ourivesaria e joalharia.

     A outra manifestação complementar é o Espaço Criadores. É uma iniciativa que reúne marcas recentes que pretendam lançar-se no mercado, para quem a PORTOJÓIA criou condições especiais de participação. Visa dar espaço à diferenciação, ao design e à inovação dos profissionais, designers e autores de jóias, dando realce a originalidade e às significações próprias de cada criador, sedimentando, assim, as relações entre os criadores e o mundo empresarial. Dá, pois, oportunidade a designers e autores de jóias de divulgarem o seu trabalho e apresentarem-se ou consolidarem o seu posicionamento no mercado.  

Uma nova imagem 

     Nesta edição, a feira aparece, mais uma vez, com a imagem renovada, que reflecte o detalhe que a EXPONOR coloca na organização do evento, pensado ao pormenor. Desde o planeamento da feira até à escolha da imagem e do simbolismo associado à cor. O roxo simboliza nobreza, luxo, feminismo, poder e ambição. Transporta riqueza e extravagância. Incentiva à criatividade e imaginação. Factores fundamentais para o sucesso de um certame como a PORTOJÓIA – elementos que não podem, nunca, deixar de estar presentes! 

PORTUGAL FASHION de novo 

     Na senda do protocolo assinado no ano transacto, entre a Associação Empresarial de Portugal (AEP), a Associação Nacional de Jovens Empresários (ANJE) e a Associação Têxtil e Vestuário de Portugal (ATP), o PORTUGAL FASHION associa-se novamente à feira, aliando a beleza das vestes ao luxo das jóias.

     Num momento que espelhará e casará as tendências mais actuais de um e outro mundos, o desfile contará, de novo, com uma boa amostra dos maiores e melhores estilistas portugueses presentes no PORTUGAL FASHION, o qual, numa lógica de reciprocidade, ganhará outro encanto porque passará a contar com alta joalharia na sua passarela, assegurado por designers, empresas e marcas expositoras da PORTOJÓIA.

     No fundo, o acordo vem criar mais uma oportunidade para a valorização dos dois certames, integrando duas áreas complementares, onde a qualidade e genuidade dos produtos portugueses se alia ao design mais inovador e à criatividade contemporânea. 

Síntese:

PORTOJÓIA 2010 – 21.ª Feira Internacional de Joalharia, Ourivesaria e Relojoaria

Data: de 22 a 26 de Setembro de 2010

Horário: das 10:00 às 20:00, de quarta-feira a sábado; das 10:00 às 19:00, no domingo (último dia)

Produtos em exposição: ourivesaria, joalharia, relógios, prata decorativa, embalagens, maquinaria, sistemas de segurança, “software”

Perfil do visitante: fabricantes, importadores, representantes e criadores (entrada interdita a menores de 14 anos)

Organização e local: EXPONOR – Feira Internacional do Porto

N.º  de expositores (directos) em 2009: 179

N.º  de visitas da última edição: 11.829

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *