Cultura, Póvoa de Varzim

Voluntariado e solidariedade dão vida a biblioteca em Ondame – P. Varzim

Foi apresentado, na passada sexta-feira, no Diana Bar, o projecto de construção de uma biblioteca em Ondame, Guiné-Bissau. Este espaço de cultura nasceu do voluntariado e solidariedade de um grupo de pessoas que pertence à Fundação João XXIII e conta com o apoio e colaboração da Câmara Municipal da Póvoa de Varzim

Perante esta acção, Andrea Silva, Vereadora da Acção Social, afirmou que “o mundo está muito melhor graças a estas iniciativas e atitudes porque o mundo é feito de atitudes. A autarca salientou ainda o facto de “quando hoje em dia toda a gente se preocupa com o destino das férias é louvável que o grupo de amigos que originou a Fundação João XXIII se tivesse lembrado, em 1990, de passar umas férias solidárias em Guiné-Bissau com o objectivo de ajudar”. Destacando a criação da biblioteca em Ondame, Andrea Silva referiu que “as bibliotecas são centros de conhecimento e informação muito importantes para o desenvolvimento económico da localidade” e este projecto “é um desafio muito aliciante porque uma biblioteca nunca está terminada”.

Cláudia Martins, responsável pela criação da Biblioteca, informou que em Janeiro de 2010 partiu em conjunto com um grupo de 12 pessoas para Ondame (situada a cerca de 60 km da capital), com o intuito de dar seguimento aos projectos existentes (Clínica e Maternidade Bom Samaritano, e Rádio Ndjerapa Có) e criar uma Biblioteca, visto não existir nenhuma na região. Para este novo projecto foi disponibilizado um local, que depois de alguns anos a servir como armazém, renasceu com mais vida, mais luz e mais dinamismo. Para tal foi necessário reparar o telhado, rebocar e pintar as paredes, limpar e construir prateleiras, para finalmente se poder instalar os livros. Cerca de 900 livros foram previamente catalogados, registados e etiquetados. De modo a organizar e estruturar da melhor forma a nova Biblioteca, foi estabelecido um contacto com a Biblioteca Municipal da Póvoa de Varzim, que contribuiu com informações e sugestões, um livro para registo dos livros existentes e alguns posters para decoração do local. Deste primeiro contacto pretende-se consolidar uma parceria, promovendo interacções mais frequentes entre os responsáveis da Biblioteca Municipal da Póvoa de Varzim e o responsável pela Biblioteca de Ondame, posto de trabalho criado em Janeiro e financiado pela Fundação João XXIII. Este posto de trabalho está a cargo do colaborador Lázaro Yé e funciona de segunda-feira a Sábado, das 9h00 às 13h00. Foram também definidas regras e normas de funcionamento para utilização do espaço da Biblioteca e requisição de livros. A curto/ médio prazo, pretende-se dinamizar a biblioteca, em parceria com o infantário, escola primária e liceu de Ondame, para a execução de actividades lúdicas, estando prevista a instalação de alguns computadores para a realização de acções de formação, de modo a contribuir para uma maior aquisição de conhecimentos e competências dos jovens da região, adiantou Cláudia Martins.

A voluntária poveira fez questão de referir que “para além dos voluntários que vão para Guiné-Bissau, há centenas de pessoas que nos ajudam” e a iniciativa de ir é exclusivamente “uma opção pessoal que exige de cada um boa vontade e capacidade de adaptação às realidades locais”.
Na sessão de apresentação estavam presentes vários elementos da Fundação João XXIII bem como o seu fundador, Jacinto Filipe, que explicou como nasceu esta instituição humanitária: “Este projecto começou com umas férias solidárias. Estávamos em meados de 1990, quando um grupo de amigos decidiu fazer umas férias diferentes das que habitualmente gozavam, em que, pelo voluntariado e pela solidariedade, pudessem conhecer outros povos, seus costumes e tradições e identificar as suas dificuldades. O país escolhido acabou por ser Guiné-Bissau.”
E foi graças a esta viagem que desde 1990, todos os anos um ou mais grupos de voluntários da Fundação João XXIII partem duas semanas para esta missão, suportando cada um as suas despesas, para apoiar os projectos que, entretanto foram nascendo.

A Fundação deu a conhecer alguns dos projectos que apoia: Cooperativa Escolar de S. José em Bissau, com três escolas nos bairros de Bandim, Cuntume Gericó frequentados por 2600 crianças, do pré-escolar ao 10.º ano e com 130 funcionários; Clínica e Maternidade Bom Samaritano em Ondame (da missão da igreja evangélica), única nesta região com mais de 12000 habitantes, tem uma enfermeira, três auxiliares de enfermagem e outros sete funcionários. Fazem formação e apoio a grávidas, partos, apoio materno-infantil e fornecimento de medicação e Rádio Ndjerapa Có, a primeira rádio da região, com a emissão até Bissau e onde está a ser gravada a primeira radionovela da Guiné-Bissau. Para além disso, foi apresentado o Projecto Visão Guiné 2011 a realizar em Janeiro de 2011 por um período provável de 15 dias onde será feito o diagnóstico e tratamento de doenças oculares, estando previsto retirar da cegueira cerca de 50 pessoas através da cirurgia ocular.

A Fundação organiza campanhas de angariação de donativos e envia para estes projectos, regularmente, apoio financeiro, materiais escolares, equipamentos, materiais de construção civil, medicamentos, etc. Todos os interessados podem colaborar nestes projectos enviando donativos, em dinheiro ou géneros. Para saber mais sobre estes projectos e outras informações, devem contactar o Secretariado da Fundação através do Telefone/fax 261 422 790 ou e-mail: casadooeste@sapo.pt. Os donativos em dinheiro podem também ser feitos por cheque passados à Fundação João XXIII ou depositados no banco Millennium/BCP – NIB 0033000045308228096-05.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

1 comentário

  1. É de louvar iniciativas desse tipo, e acho, só assim conseguimos fazer chegar a nossa solidariedade aos povos, que vivendo conosco no mesmo mundo e que precisam tanto das nossas ajudas. Desejo-vos toda a sorte deste mundo nessa vossa iniciativa. Os meus abraços.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *