Alcoutim, Sociedade

Alcoutim erradica surdez

Cerca de 200 munícipes carenciados do concelho de Alcoutim voltaram a ouvir. Anos e anos de isolamento e solidão, provocados pela deficiência auditiva, tiveram um ponto final com o programa de combate à surdez, lançado pela autarquia desde Abril de 2009.  

O sucesso da iniciativa, com a fase experimental na freguesia de Vaqueiros, levou a Câmara Municipal de Alcoutim a alargar o programa a todo o concelho e hoje é um exemplo já seguido por outros Municípios.  

Uma população envelhecida, que encara a surdez como inevitável “fardo” da idade, o desconhecimento das soluções para o problema e a impossibilidade prática de as alcançar, acrescidas à comparticipação lamentável do Estado de 22 euros na compra de uma prótese auditiva, cujo valor ascende aos 1.000 euros, foram as principais razões que levaram esta Câmara a agir. A solução encontrada, que passou por um acordo entre o Município de Alcoutim e a Misericórdia local com uma empresa da especialidade, já diagnosticou e “resolveu a surdez a duas centenas de alcoutenejos.  

Com a extensão da iniciativa a todo o concelho, a autarquia de Alcoutim optou por instalar na sede do concelho um espaço especializado de audiologia, onde um técnico audioprotesista, uma vez por semana, realiza exames ligados à surdez e preconiza soluções, que, muitas vezes, passam pela colocação de próteses auditivas.  
  
“Contra o isolamento da nossa gente e a surdez do Estado”, no próximo dia 24 de Abril, pelas 12.30h, realizar-se-á um almoço-convívio no cais de Alcoutim para todos os beneficiários deste programa, que travou o isolamento em que viviam dentro da própria casa. Valeu a pena!

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *