Alcoutim, Sociedade

“Sinais precoces do cancro” um alerta em Alcoutim

O presidente da Associação Oncológica do Algarve, Dr. Santos Pereira, veio ontem à noite a Alcoutim, a convite do também médico e autarca Dr. Francisco Amaral, palestrar sobre o cancro, que é, a par do AVC e do enfarte, uma das principais causas de morte neste concelho.  

“São registados anualmente em Portugal cerca de 45.000 novos casos de cancro”, dizia Dr. Santos Pereira, garantindo que se trata de uma epidemia social cujo combate passa obrigatoriamente pela detecção dos sinais de alerta. A falta de informação parece ser um dos principais problemas na cura do cancro em Portugal, acrescentou o presidente da Associação Oncológica do Algarve, “não se valorizam os sintomas e anda-se aí a passear cancros”. “Ainda não me opus”, é desculpa muito ouvida pelo concelho de Alcoutim, disse o presidente do Município, que, na qualidade de médico, se confronta muitas vezes com a relutância das pessoas em ir ao médico e com o terror que a palavra cancro lhes provoca.  

Depois de uma breve apresentação da Associação Oncológica do Algarve, uma Instituição Particular de Solidariedade Social que luta há mais de 15 anos contra o cancro e que é responsável pela primeira Unidade de Radioterapia a sul do Tejo (inaugurada em 2006), Dr. Santos Pereira abordou os sintomas mais comuns aos diferentes tipos de cancro, sublinhando sempre a necessidade de se ir ao médico ao menor sinal de alerta.  

Dr. Santos Pereira manifestou-se agradado com a iniciativa e disponível para futuras conversas sobre esta epidemia que, directa ou indirectamente, acaba por ser familiar para todos.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *