Arouca, Desporto, Espinho, Gondomar, Maia, Matosinhos, Oliveira de Azeméis, Porto, Póvoa de Varzim, S. João da Madeira, Santa Maria da Feira, Santo Tirso, Trofa, Vale de Cambra, Valongo, Vila do Conde, Vila Nova de Gaia

Voleibol: VFB Friedrichshafen muda de adversário no Play-off

O fim-de-semana ficou marcado pelo encontro entre clubes onde actuam jogadores portugueses. Na Taça CEV, o Noliko venceu o Piacenza e subiu ao último degrau do pódio, enquanto o Beauvais se superiorizou ao Alès na Liga francesa. No Play-off entre o 1.º e o 8.º classificados na primeira fase da Liga da Alemanha, o VFB Friedrichshafen defrontou o Bottrop (9.º classificado) em vez do TV Buhl…

Na Taça CEV, disputada em Maaseik, os belgas do Noliko, de André Lopes, venceram, por 3-1 (25/20, 23/25, 25/16 e 25/19), os italianos do CoprAtlantide Piacenza, de Valdir Sequeira, no jogo de atribuição dos 3.º e 4.º lugares.

O oposto contabilizou 14 pontos (todos no ataque) e o zona 4 do Noliko 8 pontos (todos no ataque).

O Bre Banca Lannutti Cuneo, próximo adversário do Piacenza no Play-off entre o 2.º e o 7.º classificados da Liga Italiana, ergueu o troféu ao derrotar (3-1: 25/22, 21/25, 25/21 e 26/24) os russos do Iskra Odintsovo.

Nas meias-finais, o Cuneo tinha derrotado o Piacenza (3-0: 25/20, 25/22 e 25/23), enquanto o Odintsovo tinha afastado da final o Noliko (3-1: 19/25, 17/25, 27/25 e 20/25).

Na Bélgica, o Group D’Arte Averbode, do luso-brasileiro Frederico Siqueira, perdeu (2-3: 25/23, 23/25, 25/22, 14/25 e 11/15) no recinto do Knack Randstad Roeselare.

Nesta fase do Play-off disputado pelos seis primeiros classificados da 1.ª fase, o Noliko está no 3.º lugar (com menos um jogo), seguido do Averbode.

Na Alemanha, a Liga Alemã de Voleibol (DVL) desqualificou, por questões financeiras, VC Franken (6.º classificado na fase regular), que desceu automaticamente ao escalão secundário, o que fez com que todas as equipas classificadas a partir da 7.ª posição subissem um lugar na tabela classificativa.

Assim, o VFB Friedrichshafen, que, como primeiro classificado deveria defrontar o oitavo (TV Buhl), acabou por medir forças com o RWE Volleys Bottrop, (ex-)9.º classificado.

Polémicas à parte, a equipa capitaneada por João José venceu, por 3-1 (23/25, 25/13, 25/14 e 25/19), com o central português a rubricar 8 pontos, distribuídos por 3 no serviço e 5 no ataque (em 6 tentativas).

O segundo jogo do Play-off entre o 1.º e o 8.º classificados disputa-se na quarta-feira.

Em França, o Beauvais Oise Université Club, de Nuno Pinheiro, derrotou o Club Alès en Cevennes Volley-Ball, de Eurico Peixoto, pela margem máxima (25/21, 25/19 e 25/23), e subiu ao 5.º lugar.

O distribuidor contabilizou 3 pontos e o zona 4 do Alès (15.º classificado) conseguiu 6 pontos.

O Stade Poitevin Volley-Ball Pro, de Carlos Teixeira, voltou a perder, desta vez em Montpellier, pela margem mínima (19/25, 16/25, 25/23, 25/20 e 13/15) e mantém-se no 4.º lugar.

Em femininos, o Pays d’Aix Venelles Volley-Ball, de Catarina Martins, venceu o Asul Lyon Volley-Ball por 3-1 (22/25, 25/16, 25/18 e 25/15) e continua a ocupar o 3.º lugar na classificação da Poule C do Nationale 2.

Recorde-se que em Itália, França e Bélgica as vitórias por 3-0 e 3-1 são recompensadas com 3 pontos; o triunfo por 3-2 soma 2 pontos; a derrota por 2-3 vale um ponto e as derrotas por 1-3 ou 0-3 não dão direito a amealhar qualquer ponto.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *