Póvoa de Varzim, Sociedade

6 mil escuteiros em Rates – município assina protocolo de cooperação – P. Varzim

Assinou-se esta tarde um Acordo de Parceria entre a autarquia, a freguesia de Rates e o Corpo Nacional de Escutas (através da Junta Regional de Braga) com vista à realização do Acampamento Regional, evento que reunirá 6 mil escuteiros em Rates, entre 4 e 8 de Agosto deste ano.

Aires Pereira, Vice-presidente da Câmara Municipal, congratulou-se pelo município receber, pela primeira vez, um dos maiores encontros nacionais de escuteiros. “Rates tem as condições necessárias e daí termos feito este acordo tripartido para conseguirmos por de pé este encontro”, explicou, elogiando ainda o “contributo inigualável” que os escuteiros dão em termos de formação, de dedicação à Natureza e aos outros. Com este Acampamento, Aires Pereira espera também ver divulgado o nome da Póvoa de Varzim, sublinhando que a sua realização contribui igualmente para a animação sociocultural do município em época de Verão.

Pelo Corpo Nacional de Escutas, Ivo Renato Faria, Chefe Regional de Braga, contou que a adesão de escuteiros a este Acampamento superou as expectativas da organização, sendo que irão participar escuteiros de todo o país e ainda da Noruega. O encontro terá como tema o séc. XIV, em homenagem ao Patrono do Corpo Nacional de Escutas, D. Nuno Álvares Pereira, que nasceu em 1360. Tem como objectivo “ajudar todos os participantes a crescer tendo como base os valores da partilha, da solidariedade, da piedade e ainda ensiná-los a serem mais autónomos”.

“Estamos unidos no objectivo de contribuir para que este Acampamento seja marcante quer para os participantes, quer para a população de Rates”, afirmou Armindo Ferreira, Presidente da Junta de Freguesia de Rates. Contou ainda que, dado o grande número de participantes, foi necessário estabelecer contactos com proprietários de terrenos que se mostraram disponíveis a ceder os seus espaços particulares para melhor acolher os escuteiros. O Presidente partilhou ainda da opinião de Aires Pereira, exaltando o “movimento exemplar” que é o escutismo e o papel que desempenha a nível da educação ambiental e da formação.

O Acordo assinado estabelece que ao Corpo Nacional de Escutas (CNE) cabe a direcção pedagógica do evento e das actividades, sendo responsável pela alimentação e higiene dos participantes, pela segurança no espaço e outras funções em geral.

Em contrapartida, o Município da Póvoa de Varzim isenta de taxas e emolumentos as licenças que seja de sua responsabilidade emitir; fornece água e energia eléctrica, incluindo a instalação temporária das respectivas condutas e quadros eléctricos; disponibiliza quatro palcos durante os dias de actividade; instala os lavatórios e os chuveiros que se revelem necessários; e, por último, atribui ao CNE subsídio no montante de 9 mil 950 euros, destinado à instalação de sanitários “químicos”.

Por último, a Freguesia de Rates terá que proceder aos trabalhos de corte de matos e de limpeza geral das áreas onde vai ter lugar o Acampamento; às operações de terraplanagem dos espaços destinados aos escuteiros “exploradores”; ao abate selectivo de algumas árvores (nomeadamente, pinheiros) e à remoção de obstáculos na área central do espaço do acampamento.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *