Santo Tirso, Sociedade

1200 desempregados certificados em tecnologia de informação e comunicação – Santo Tirso

“Estamos numa nova era. O tempo dos empregos para toda a vida já passou. Temos que fazer uma aprendizagem permanente e, neste sentido, o esforço de qualificar pessoas é fundamental”. Na cerimónia de entrega de certificados a 335 adultos desempregos que decorreu ontem (quinta-feira) no átrio da Câmara Municipal de Santo Tirso, Castro Fernandes lançou palavras de congratulação mas, sobretudo, de incentivo e motivação. Segundo o autarca, a formação deve ser um “processo contínuo” e o Projecto Tecnologia, Inovação e Iniciativa (TII) – permite, precisamente, “dotar as pessoas de competências de modo a combater a designada iliteracia digital”. 

O Projecto TII foi estabelecido, em Junho de 2006, entre a Câmara Municipal de Santo Tirso, a Microsoft Portugal e o Citeve e a cerimónia de ontem consistiu na terceira entrega de certificados a mais 335 desempregados que receberam formação profissional na área das competências básicas ao nível das Tecnologias de Informação e de Comunicação. “O desemprego de longa duração é um problema que queremos ultrapassar”, esclareceu Castro Fernandes, referindo alguns dos objectivos da autarquia como “aumentar a empregabilidade e incentivar a criação de novos postos de trabalho”. “Vocês não estão afastados do nosso mundo. Estão connosco. Têm muito para dar à sociedade; têm muito para dar a Portugal e têm muito para dar a Santo Tirso”, reconheceu o edil tirsense dirigindo-se à população desempregada. 

Augusto Lima, director de formação e informação do Citeve (Centro Tecnológico das Indústrias Têxteis e do Vestuário de Portugal) presente na cerimónia, sublinhou o papel da autarquia nesta parceria “pelo empenho e atitude positiva que sempre teve com este projecto”. Aos adultos que receberam a certificação, Augusto Lima, deixou o desafio – “Não fiquem por aqui. Hoje não pode ser o fim, tem que ser o início de uma caminhada”. 

Também presente na sessão de entrega dos certificados esteve o representante da Microsoft em Portugal, Rodolfo de Oliveira, que desejou aos formandos “o maior sucesso no futuro”. 

Os diplomas entregues certificam a formação profissional que estes adultos receberam para aquisição das competências básicas ao nível das Tecnologias de Informação e de Comunicação. A formação foi ainda complementada com sessões específicas de motivação para a formação/emprego e de divulgação dos mecanismos de inserção profissional actualmente disponíveis.  

Ao todo foram já entregues 1200 certificados, mas o objectivo do Projecto TII é qualificar cerca de três mil desempregados do concelho oriundos maioritariamente do têxtil e do vestuário, indústrias que, fruto dos processos de liberalização do comércio mundial e da entrada na Europa de têxteis oriundas da Ásia, ainda hoje flagela todo o Vale do Ave.  

Conhecendo as dificuldades com que se debatem estes munícipes – na sua grande maioria com baixa escolaridade, idade superior a 40 anos e sem quaisquer conhecimentos na área da informática – a Câmara Municipal de Santo Tirso avançou para este projecto de requalificação profissional sem hesitações em parceria com a Microsoft Portugal e o Citeve (Centro Tecnológico das Indústrias Têxteis e do Vestuário de Portugal), criando em Santo Tirso, em 19 de Junho de 2006, este Centro TII.  

Nesta parceria, a Microsoft Portugal compromete-se a disponibilizar o software (programas), o Citeve encarrega-se da disponibilização e respectiva manutenção do hardware (computadores), cabendo à Câmara Municipal de Santo Tirso a responsabilidade de pagar o salário aos formadores e a manutenção da sala de formação. 

No Centro de Tecnologia, Inovação e Iniciativa de Santo Tirso estão inscritos 1500 adultos, cerca de metade dos quais com mais de 50 anos de idade.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *