Arouca, Desporto, Espinho, Gondomar, Maia, Matosinhos, Oliveira de Azeméis, Porto, Póvoa de Varzim, S. João da Madeira, Santa Maria da Feira, Santo Tirso, Trofa, Vale de Cambra, Valongo, Vila do Conde, Vila Nova de Gaia

Voleibol: Noliko escorrega em momento(s) decisivo(s)

O fim-de-semana foi algo irregular para os atletas portugueses que estão ao serviço de clubes estrangeiros. O destaque vai para a eficácia atacante de João José na 1. Bundesliga, para o novo triunfo do Averbode na Bélgica e para as subidas do Poitiers e do Alès na classificação da Liga Francesa. 

Quando falta realizar apenas uma jornada para terminar a 1.ª fase da Liga Alemã, o VFB Friedrichshafen continua a liderar, isolado, a 1. Bundesliga. Ao triunfo fácil (3-0: 25/15, 25/16 e 25/16) sobre o Durrenberg-Spergau, juntou-se a excelente exibição de João José.

O central da Selecção Nacional rubricou 14 pontos, obtidos através de 4 serviços, 1 bloco e 9 ataques… em 9 tentativas, o que lhe permitiu manter a liderança na lista dos atacantes mais eficazes do campeonato alemão, com 76,26 por cento de aproveitamento (151 ataques concluídos com êxito em 198 tentativas). 

Em França, o Stade Poitevin Volley-Ball Pro, de Carlos Teixeira, regressou ao 3.º lugar, depois de vencer na recepção ao Tourcoing: 3-2 (25/23, 20/25, 17/25, 25/21 e 20/18).

O Club Alès en Cevennes Volley-Ball, de Eurico Peixoto, subiu ao 14.º lugar, apesar de ter sido derrotado em Toulouse (2-3: 25/20, 16/25, 25/23, 22/25 e 10/15), pois beneficiou da derrota, pela margem máxima, do Ajaccio diante do Tours, líder da Liga A gaulesa.

O zona 4 português somou 6 pontos.

Infeliz foi o Beauvais Oise Université Club, de Nuno Pinheiro, que perdeu em Saint-Quentin (1-3: 25/27, 15/25, 25/19 e 20/25) e desceu para o 6.º lugar na classificação geral, contando com mais um jogo disputado. 

Em Itália, o CoprAtlantide Piacenza, de Valdir Sequeira, caiu para o 7.º lugar classificativo da Liga A1, com o mesmo número de pontos dos 5.º e 6.º classificados, respectivamente, o Macerata e o Monza, depois da derrota averbada em Perugia, diante do RPA-Luigibacchi.it: 0-3 (24/26, 18/25 e 19/25). 

Na Bélgica, o Noliko Maaseik, de André Lopes, que recentemente ergueu a Taça da Bélgica pela quarta vez consecutiva, deu um passo atrás na corrida ao título de campeão nacional, que ainda ostenta, ao perder os dois primeiros jogos do Play-off disputado pelos seis melhores classificados da 1.ª fase.

À derrota pela margem mínima (2-3: 25/22, 24/26, 27/29, 25/16 e 14/16) averbada na visita ao Group D’Arte Averbode, do luso-brasileiro Frederico Siqueira, seguiu-se agora o desaire em casa do seu grande rival, Knack Randstad Roeselare, por 1-3 (33/31, 21/25, 15/25 e 20/25).

O Noliko e o Averbode ocupam, respectivamente, o 4.º e o 5.º lugar na classificação geral da Liga Belga, pese embora o triunfo alcançado pela equipa de Siqueira no fim-de-semana, diante do Aquacare Halen: 3-2 (23/25, 25/19, 19/25, 25/20 e 15/11).  

Recorde-se que em Itália, França e Bélgica as vitórias por 3-0 e 3-1 são recompensadas com 3 pontos; o triunfo por 3-2 soma 2 pontos; a derrota por 2-3 vale um ponto e as derrotas por 1-3 ou 0-3 não dão direito a amealhar qualquer ponto.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *