Cultura, Póvoa de Varzim

Correntes d’Escritas: Festa da Literatura aproxima-se, conheça o programa – P. Varzim

É já na próxima quarta-feira, 24, que a Póvoa se torna no centro da literatura ibérica com a realização do Correntes d’Escritas – Encontro de Escritores de Expressão Ibérica. O evento decorre até 27 de Fevereiro e traz 66 escritores provenientes do Brasil, de Moçambique, de Cabo Verde, do México, da Colômbia, de França, de Espanha, de Angola, do Uruguai, da Argentina e, claro, de Portugal.
Como vem sendo habitual, a Sessão Oficial de Abertura marca o arranque do evento no Casino da Póvoa. A cerimónia começa às 11h00 e inclui o anúncio dos vencedores dos três concursos literários e o lançamento da Revista Correntes d’Escritas 9. Este ano, o dossiê da revista é dedicado a Agustina Bessa-Luís e, por isso, no momento do seu lançamento, será feita uma evocação da autora por Inês Pedrosa. Do Casino da Póvoa o Correntes segue para o Auditório Municipal onde, às 15h30, a Ministra da Educação, Isabel Alçada, profere a Conferência de Abertura, com o tema “Leitura, Escrita e Educação”.
Após estes dois momentos, marcantes, o Correntes d’Escritas segue o seu rumo habitual, oferecendo mesas de debate, sessões de poesia, lançamento de livros, cinema, entre muitas outras actividades.
 
Mesas de debate – É no Auditório Municipal e nas escolas básicas 2/3 e secundárias do concelho que decorrem a maiorias das mesas. Nelas participam os escritores, convidados a falar sobre vários temas. “Escrevo para desiludir com mérito”, Pedra a pedra constrói-se a poesia, “Passo e fico como o Universo”, Literatura: o esforço inédito das palavras, As palavras cercam-nos como um muro, “O poeta é um predador”, A Literatura perverte a imaginação, “Duvido, portanto penso” e “Cada palavra é um pedaço do Universo” são os temas das mesas que vão decorrer no Auditório. Já nas escolas, os alunos vão ter a oportunidade de ouvir os escritores falarem sobre “A voz das palavras”. Destaque ainda para duas mesas que vão decorrer no Diana Bar, para alunos de escolas de concelhos vizinhos.
 
Concursos Literários – São três os prémios literários atribuídos no âmbito do Correntes d’Escritas. Os vencedores são anunciados no dia 24, na Sessão Oficial de Abertura e os prémios entregues no dia 27, durante o Encerramento. Ao Prémio Literário Casino da Póvoa, no valor de 20 mil euros, concorrem dez obras, em prosa, seleccionadas de entre mais de centena e meia de livros que concorreram ao galardão.
Destinado a jovens entre os 15 e os 18 anos, naturais de países de expressão portuguesa, o Prémio Literário Correntes d’Escritas/Papelaria Locus tem o valor de mil euros. Este ano estão a concurso 72 contos inéditos, apresentados por jovens de todo o país e do Brasil.
Por último, este ano será atribuído pela segunda vez o Prémio Conto Infantil Ilustrado Correntes d’Escritas/Porto Editora. Dirigido às escolas e aos alunos do 4º ano do Ensino Básico, que podem concorrer com um conto ilustrado inédito, em língua portuguesa, elaborado em grupo e sob a supervisão de um professor, o Prémio conta este ano com 74 trabalhos, elaborados por alunos de escolas básicas de todo o país e ainda do Luxemburgo e de França.
O Prémio para o melhor trabalho é mil euros, atribuído à escola de onde o conto for proveniente. O 2º classificado recebe €500 e o 3º €250. A Porto Editora edita ainda os trabalhos premiados em livro, assim como aqueles distinguidos com menções honrosas, livro esse que é depois distribuído a todas as escolas participantes.
No portal municipal pode consultar as listas de livros e trabalhos concorrentes aos três Prémios.
 
Lançamento de livros – 23 novos livros vão ser apresentados na Póvoa de Varzim. Na Casa da Juventude decorrem no dia 25 às 12h30 e 17h30 e no dia 26 às 17h00. No hotel Axis Vermar novas obras serão conhecidas no dia 23, 24 e 25, sempre às 22h00. 
 
Iniciativas em destaque
– No dia 27, imediatamente antes da sessão de Encerramento, no Auditório Municipal, Rosa Lobato de Faria é homenageada. Depois entregam-se os Prémios Literários aos vencedores.   – No dia 25, às 21h45, o cinema chega ao Correntes d’Escritas com a exibição de dois documentários pelo Cineclube Octopus. São eles “Toma lá do O´Neill”, de Fernando Lopes, e “José Cardoso Pires – livro de bordo”, por Manuel Mozos.
– No hotel, ainda no dia 25, às 23h00, o Correntes d’Escritas, ciente da sua influência no mercado editorial e do interesse que desperta junto de editores, livreiros, críticos literários, jornalistas, abre-se à apresentação de projectos inovadores no que respeita ao Livro, à Leitura, à Edição. Assim, vão dar-se a conhecer os projectos Ler por aí…, O Rato da Europa e PNETLiteratura.
– Tendo em conta que o Correntes d’Escritas é o maior encontro de escritores do país e o mais prestigiante, marcando, sem dúvida,  a rentrée literária, a organização dos Prémios de Edição LER/Booktailors elegeu a Póvoa de Varzim e o Encontro para a divulgação dos vencedores de 2009.
Assim, no dia 26, às 22h00, são anunciados, no Auditório Municipal, os vencedores destes Prémios, os mais importantes do sector editorial português.
– O Correntes d’Escritas estabeleceu este ano uma outra parceria, desta feita com a Universidade do Porto e com o Jornal de Letras, Artes e Ideias. A Universidade seleccionou um grupo de alunos que farão reportagens diárias sobre o Encontro. Estes trabalhos, em vários formatos, serão publicados nos meios de comunicação internos da Universidade, no portal da Câmara Municipal e no site do Jornal de Letras (JL). No final do Encontro cada jovem fará uma reportagem global. A melhor será publicada no JL, na versão impressa ou no site, de acordo com a peça realizada.
– Resultado de uma parceria entre o Correntes d’Escritas, a Booktailors – Consultores Editoriais e a Quetzal Editores será distribuído um número especial da revista B:MAG, inteiramente dedicada ao Encontro. Este Especial Correntes d’Escritas conta com textos de Afonso Cruz, António Manuel Venda, Francisco Guedes, Francisco José Viegas, Héctor Abad Faciolince, João Pombeiro, José Mário Silva, Lúcia Pinho e Melo, Luís Caetano, Luís Diamantino, Luís Ricardo Duarte, Manuel Jorge Marmelo, Manuela Ribeiro, Margarida Ferra, Milton Fornaro, Nuno Seabra Lopes, Paulo Ferreira, Pedro Vieira, Rentes Carvalho, Sara Figueiredo Costa, entre outros. A B:MAG, abreviatura de Booktailors Publishing Magazine, é uma revista especializada em edição e é totalmente gratuita.
 
Iniciativas Paralelas
– Para além das sessões no Diana Bar para alunos de escolas de outros concelhos, o Correntes d’Escritas inclui ainda a realização de uma Feira do Livro, presente na Casa da Juventude ao longo de todo o evento;
– Uma vez mais o Correntes d’Escritas estende-se a Lisboa, mais concretamente ao Instituto Cervantes onde, no dia 1 de Março, decorre uma 10ª mesa de debate com o tema O Livro é isto: .
 
No pré-arranque do evento
– O programa do Correntes oferece já algumas iniciativas antes do seu arranque oficial. Assim, no sábado, dia 20, o Auditório Municipal, recebe, às 22h00, o espectáculo de teatro Apalavrado, um projecto de Renata Portas, apresentado com o apoio do Varazim Teatro. Neste espectáculo, são dramatizados dois contos escritos propositadamente para a peça – um de Carlos J. Pessoa, com o nome “O Homem que Embala o Carrinho de Bebé” e outro por Luís Mestre, intitulado “Num dia qualquer”.
– No dia 23, para além do lançamento de livros às 22h00, o Axis Vermar é ainda palco para uma sessão de poesia.
Para saber mais sobre o Correntes d’Escritas visite www.cm-pvarzim.pt/go/correntesdescritas onde pode também acompanhar diariamente o evento.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *