Arouca, Economia, Espinho, Gondomar, Maia, Matosinhos, Oliveira de Azeméis, Porto, Póvoa de Varzim, S. João da Madeira, Santa Maria da Feira, Santo Tirso, Trofa, Vale de Cambra, Valongo, Vila do Conde, Vila Nova de Gaia

Corticeira Amorim reforça investigação na fileira florestal

A CORTICEIRA AMORIM, através da sua subsidiária Amorim Cork Research, a Biocant – Associação de Transferência de Tecnologia e o Instituto Nacional de Recursos Biológicos vão iniciar um projecto de investigação científica intitulado ”GenoSuber – Sequenciação do Genoma do Sobreiro (Quercus Suber), que tem como parceiros a Apcor – Associação Portuguesa de Cortiça e a Associação Industrial da Fileira Florestal.
O projecto, formalizado no passado dia 9 de Fevereiro nas instalações da Biocant, com a presença do Primeiro-Ministro, José Sócrates, do Secretário de Estado da Ciência e Tecnologia, Manuel Heitor, e de representantes das entidades envolvidas, tem como objectivo principal o conhecimento do património genético do sobreiro, umas das espécies de árvores com maior interesse económico e social em Portugal, e abre um novo campo de investigação na fileira florestal, considerada fundamental, despoletando a possibilidade de investigações futuras. 
 
A importância do sobreiro, base de uma indústria em que Portugal é líder mundial, – que se traduz numa quota de mercado internacional de 60% em produtos de cortiça, na manutenção de milhares de postos de trabalho e que representa 30% das exportações portuguesas de produtos florestais -, fundamenta por si só o desenvolvimento do projecto no nosso país.
 
A sequenciação do genoma do sobreiro, feita com o recurso a tecnologia de última geração, abrirá um campo de novas possibilidades para o sector da cortiça, na medida que permitirá delinear estratégias ao nível do melhoramento da espécie como o aumento de resistência a factores bióticos e abióticos, a promoção do crescimento rápido ou o aumento de produção de cortiça, com repercussões importantes a médio e longo prazo no sector produtivo e económico.
 
Alguns dos genes a procurar revestem-se de particular interesse para a indústria da cortiça, tanto ao nível das actuais aplicações, como para as que se encontram ainda em fase de desenvolvimento.
A actuação da CORTICEIRA AMORIM neste projecto reveste-se de grande importância na medida em que possibilitará, com base no know-how e na verticalidade do seu negócio, identificar as características com mais potencial e interesse em conhecer nos genes associados.
O GenoSuber vai decorrer no espaço temporal de 36 meses, em diferentes fases, estando planeadas quatro actividades: estudos preliminares, aquisição e desenvolvimento de novos conhecimentos e capacidade para o desenvolvimento, e por fim promoção e divulgação dos resultados.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *