Arouca, Espinho, Gondomar, Maia, Matosinhos, Oliveira de Azeméis, Porto, Póvoa de Varzim, S. João da Madeira, Santa Maria da Feira, Santo Tirso, Sociedade, Trofa, Vale de Cambra, Valongo, Vila do Conde, Vila Nova de Gaia

INTERDECORAÇÃO cresce 30%

Começou da melhor forma o ano expositivo na EXPONOR, com uma das feiras de referência da decoração em Portugal do primeiro semestre a aumentar o índice de visitação. A 12.ª edição da INTERDECORAÇÃO – Casa, Hotelaria, Decoração e Brinde, que terminou domingo (dia 31), pautou-se por um crescimento de 30%. No total, obteve 18.535 visitas profissionais, mais 4.352 do que igual evento do ano transacto. A edição 2010 saldou-se ainda «positivamente pela oferta diversificada, a diferenciação do produto e os contactos estabelecidos», refere Francisco Marcos, director da INTERDECORAÇÃO.  

Na área do brinde, uma das empresas que acompanha as feiras de decoração da EXPONOR há já 14 anos aproveitou o momento para lançar a nova colecção do dia do pai. «Somos conhecidos precisamente por sermos um expositor temático. Quando nos procuram aqui na EXPONOR é a pensar nos dias do calendário», sintetiza Luís Paulo, sócio-gerente da empresa com o mesmo nome, para quem é «importante marcar presença» nas feiras.  

De volta à EXPONOR, após um interregno de três anos, a feira foi uma «agradável surpresa» para Conceição Cabral. Ao segundo dia, esta artista e responsável da empresa, estabeleceu excelentes contactos, tais como de uma designer holandesa, um comprador espanhol e um empresário português, do qual recebeu um convite para trabalhar. «Ficou admirado com o que viu e sugeriu mesmo a hipótese de apresentar propostas minhas e criar uma linha própria com o meu nome para casa de banho», adiantou Conceição Cabral.  

Ao nível da oferta de hotelaria e restauração, um dos pontos altos do certame foi o Check-in Hotel, com as suas singulares propostas que cativaram os profissionais da área. Parceiro do projecto, José Rêgo, da Portuguese Business, diz que «entrar num espaço, como o do Check-in Hotel, descomprometido, fica fascinado». E o sucesso da iniciativa passa pela equipa que desenvolve o Check-in Hotel: «Apesar de serem de áreas distintas, resulta muito bem. Cada um tem a sua missão e cumprem à risca o que têm a fazer e funciona plenamente e na perfeição». Isabel Noronha, decoradora, descreve esta edição como um espaço que «quem visita não esquece». Já Ema Caetano, uma das designers que deu expressão a uma das nove áreas, fala da importância de trabalhar em prol do projecto, o ponto de partida para a proposta que apresentou: «Quis transmitir paz, tranquilidade, calma, paixão e segurança», adiantando, desde já, as tendências Primavera/Verão, que passam por ambientes e produtos de decoração, onde se destacarão os azuis, o verde Caraíbas e os beges. Para além de ficarem em contacto com as novas tendências, os profissionais que visitaram o Check-in hotel puderam apreciar os paladares de chefes de reconhecido mérito que trouxeram combinações capazes de despertar todos os sentidos, nas sessões de show cooking, que decorreram ao longo dos quatro dias da feira. 

Ainda no âmbito da hotelaria, mereceu “lotação esgotada” a iniciativa da Associação de Hotelaria de Portugal, com a realização do workshop “Problemas e soluções no layout de Hotelaria”. Uma temática que está na ordem do dia, especialmente para pequenas unidades de alojamento que até ao final deste ano terão de passar por um processo de alteração de classificação, o que implica em muitos casos, remodelações e up-grade dos serviços.  

O próximo momento comercial na EXPONOR terá lugar no mês de Março, de 2 a 6, com a realização da EXPORT HOME – Mobiliário, Iluminação, e Artigos de Casa para Exportação.  

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *