Oliveira de Azeméis, Sociedade

«O Cucujanense» suprime carência de informação local – Oliveira de Azeméis

O gosto pelo jornalismo e pelas novas tecnologias levou um jovem de Cucujães a lançar um jornal online para «colmatar a carência de informação» sentida naquela freguesia de Oliveira de Azeméis.

«Quando pensámos em criar o projecto, em 2005, foi como um passatempo, mas depois logo percebemos que havia, de facto, uma carência informativa em Cucujães», afirmou à EDV Informação o director de «O Cucujanense», Fábio Silva.

«Lançar um jornal em papel seria pouco viável devido aos custos, daí a nossa aposta na Internet, apesar de ser um meio em que o público mais velho não tem ainda muito contacto», disse.

«O Cucujanense» – legalizado em 2007 – é actualmente o único órgão de comunicação social da freguesia em actividade.

«Tentamos dentro das nossas possibilidades acompanhar os momentos marcantes da nossa terra, num trabalho que consideramos útil e necessário para a população», referiu.

Com uma equipa formada por cinco colaboradores, a publicação – acessível na Internet em http://www.ocucujanense.com – procura «na pouca publicidade» o pagamento das despesas básicas inerentes a um projecto deste tipo.

«Inovar é a nossa palavra de ordem e, por isso, procuramos disponibilizar sempre que possível novas ferramentas, possibilitando designadamente uma maior interactividade com os utilizadores», disse Fábio Silva, destacando que em 2009 efectuaram «uma mudança profunda» para «tornar mais eficaz» a plataforma comunicacional.

«Em termos de visitas, podemos dizer que registamos uma adesão satisfatória, crescendo à medida que vamos solidificando o projecto», frisou.

A aposta nas novas tecnologias por parte deste jovem de 21 anos, natural de Cucujães, estende-se a um portal e a um fórum de discussão, numa lógica de «servir a população cucujanense».

«O futuro passa muito pela Internet e, nesse sentido, há que seguir em frente, continuando a levar o nome de Cucujães bem longe», acrescentou.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *