Arouca, Sociedade

São conhecidas as propostas de revitalização do centro histórico da vila – Arouca

Decorreu no passado dia 5 de Janeiro a sessão de apresentação pública do ante-projecto da regeneração urbana do centro histórico da vila de Arouca. O presidente da Câmara Municipal e José Soares, arquitecto responsável pelo projecto, deram a conhecer aos arouquenses presentes no Salão Nobre da Câmara as soluções possíveis para a revitalização dos espaços que fazem parte da zona de intervenção, delimitada no âmbito do projecto Polis XXI. A Avenida 25 de Abril, a Praça Brandão de Vasconcelos, o Parque Municipal, a Travessa da Ribeira e o Terreiro de Santa Mafalda são as áreas a intervencionar.
 
O reordenamento do estacionamento e o alargamento dos passeios na Avenida 25 de Abril, o nivelamento da Praça Brandão de Vasconcelos, a reconstrução do antigo portão do Terreiro de Santa Mafalda, e sua vedação ao trânsito automóvel, o prolongamento do Parque Municipal (e criação de um espaço de estacionamento alternativo) e o reordenamento da Alameda D. Domingos de Pinho Brandão foram as alterações mais significativas que foram propostas.
 
O investimento total previsto ronda os 2.8 milhões de euros, comparticipados em 70%. A candidatura Polis XXI resulta de uma parceria que envolve várias entidades (Câmara Municipal, Direcção-Regional de Cultura do Norte e Real Irmandade da Rainha Santa Mafalda), tendo sido a candidatura mais pontuada do conjunto de projectos em avaliação pela CCDR-N. Trata-se de uma candidatura global, que procura integrar um vasto conjunto de aspectos, aliando a intervenção urbanística às acções imateriais de dinamização dos espaços.
 
Consulte a apresentação do ante-projecto da regeneração urbana do centro histórico em www.cm-arouca.pt

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *