Cultura, Santo Tirso

A arte em época de Natal – Santo Tirso

Pinturas, gravuras, serigrafias, livros, discos objectos de design, assim como artesanato e doçaria tradicional. Tudo isto estará patente a partir de amanhã, dia 11 de Dezembro, até dia 15 de Janeiro de 2010 numa Feira de Arte, que decorre no Centro Cultural de Vila das Aves. A iniciativa é da responsabilidade da Câmara Municipal de Santo Tirso, em parceria com a GESTO – Cooperativa Cultural, e tem a particularidade de disponibilizar para venda os produtos culturais expostos. 

Esta Feira de Arte surge no âmbito do movimento cultural IDENTIDADES e da “teia de relacionamento intercultural” desenvolvida desde 1996, a partir do Porto, com pessoas e instituições não apenas de Portugal, mas também de Moçambique, Cabo Verde e Brasil. Apesar da proveniência de diferentes países, alguns dos produtos culturais em exposição nesta Feira de Arte têm origem local, permitindo mostrar o que de mais representativo se faz no município de Santo Tirso em diferentes áreas, desde a doçaria tradicional aos objectos de design. É possível apreciar trabalhos de Cristina Vilarinho, de Ana Maria Antunes, de José Ferreira, do Mosteiro de Singeverga, do Mosteiro de Santa Escolástica de Roriz, da Escola Agrícola Conde S. Bento e da empresa Equação – Comércio Justo. 

A partir de um grupo de docentes e estudantes da Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto e do apoio da GESTO – Cooperativa Cultural, o movimento IDENTIDADES foi estabelecendo «uma complexa teia cruzada de relacionamento entre um considerável número de artistas, estudantes e professores de arte, interventores culturais e no desenvolvimento entre comunidades locais e instituições educativas e culturais, que aproximaram vivências, experimentações, práticas e saberes, ideias e utopias. O quadro de relacionamento criado estabelece-se fundamentalmente entre pessoas, mas alimenta o espaço alargado da cooperação entre as instituições envolvidas, e tem incidência local, entendido não como um campo de isolamento mas, pelo contrário, numa dimensão intercultural e alicerçada no conceito de teia».

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *