Arouca, Espinho, Gondomar, Maia, Matosinhos, Oliveira de Azeméis, Porto, Póvoa de Varzim, S. João da Madeira, Santa Maria da Feira, Santo Tirso, Sociedade, Trofa, Vale de Cambra, Valongo, Vila do Conde, Vila Nova de Gaia

Herdade da Machoqueira do Grou vence Prémio pelas boas práticas de gestão florestal

O Prémio Sustentabilidade do Sobreiro e da Biodiversidade Associada foi atribuído no passado dia 29 de Novembro, na Feira de Portel, à Herdade da Machoqueira do Grou, localizada em Coruche.
Lançado com o intuito de distinguir herdades e proprietários florestais pelas melhores práticas na gestão e valorização do montado de sobro e da biodiversidade associada, este prémio de boas práticas de gestão florestal surge na sequência do protocolo celebrado entre a CORTICEIRA AMORIM, a AFN – Autoridade Florestal Nacional, o ICNB – Instituto da Conservação da Natureza e da Biodiversidade, a QUERCUS e a WWF, no âmbito da iniciativa europeia Business & Biodiversity.
A convergência de interesses de todas as entidades envolvidas, sob o patrocínio da CORTICEIRA AMORIM, originou uma oportunidade ímpar de promover a defesa do montado de sobro e a preservação da biodiversidade.
Assim, e no âmbito desta parceria, tem vindo a ser implementada uma Iniciativa para a Valorização e Sustentabilidade do Sobreiro e da Biodiversidade Associada, que assenta em dois grandes objectivos: aumentar, por um lado, o conhecimento através do incentivo a projectos de investigação nesta área e, por outro lado, divulgar e premiar as melhores práticas na gestão e valorização do montado e da floresta de sobreiro e da biodiversidade associada.
É dentro deste segundo objectivo que se insere o prémio de boas práticas que pretende, além de distinguir proprietários florestais, promover as melhores práticas na gestão de áreas de sobreiro e da biodiversidade associada.
A avaliação do Júri do concurso – constituído por um representante de cada uma das entidades do protocolo – incidiu sobre cinco herdades finalistas. Após a avaliação, de acordo com catorze critérios, a Herdade da Machoqueira do Grou foi eleita a vencedora da primeira edição deste prémio.
A Machoqueira do Grou, situada na charneca seca Ribatejana, foi considerada um modelo a seguir de planeamento inteligente e dinâmico que promove a sustentabilidade do Montado de Sobro – um dos poucos ecossistemas capazes de garantir uma actividade económica com a preservação e favorecimento da biodiversidade.
Com a entrega do Prémio, Nuno Barroca – administrador da CORTICEIRA AMORIM -, salientou que “As práticas de gestão do montado conduzidas na Machoqueira do Grou são um bom exemplo para outras explorações agro-florestais em montado. As medidas implementadas na gestão de espécies e habitats, em conjunto com outras boas práticas técnicas, desde a conservação do solo e da água, à rega de verão ou à instalação de culturas leguminosas sob coberto, são iniciativas que podem e devem ser replicadas em outras áreas de montado. ”

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *