Arouca, Espinho, Gondomar, Maia, Matosinhos, Oliveira de Azeméis, Porto, Póvoa de Varzim, S. João da Madeira, Santa Maria da Feira, Santo Tirso, Sociedade, Trofa, Vale de Cambra, Valongo, Vila do Conde, Vila Nova de Gaia

Banco Alimentar em campanha de recolha de alimentos este fim-de-semana

O Banco Alimentar Contra a Fome (BACF) volta a apelar à generosidade dos portugueses através de uma nova campanha de recolha de alimentos a decorrer este fim-de-semana, anunciou fonte da instituição.

O produto da campanha – a maior acção de voluntariado organizada no nosso País que irá mobilizar cerca de 27 mil pessoas – será distribuído de imediato localmente a pessoas com carências alimentares.

A iniciativa decorre sábado e domingo nos estabelecimentos comerciais das zonas de Lisboa, Porto, Coimbra, Évora e Beja, Aveiro, Abrantes, São Miguel (Açores), Setúbal, Cova da Beira, Leiria, Fátima, Oeste, Algarve, Portalegre e Braga.

Voluntários devidamente identificados vão convidar os portugueses a associarem-se a esta campanha e a destinarem as suas dádivas ao BACF da respectiva região.

Para participar, basta aceitar um saco do Banco Alimentar e nele colocar bens alimentares para partilhar com quem mais precisa.

São privilegiados os produtos não perecíveis, tais como leite, atum, conservas, azeite, açúcar, farinha, bolachas ou massas.

«Esta nova campanha assume especial importância num momento em que o nosso País atravessa uma das mais graves situações sociais das últimas décadas. Numa época em que muitas famílias portuguesas se encontram em dificuldades, a partilha e a solidariedade são mais do que nunca necessárias», explicou a fonte do banco.

«Os desempregados, os idosos, as crianças e as famílias desestruturadas são os grupos mais atingidos pela situação de forte agravamento da situação económica que se vive em Portugal e no Mundo», sublinhou, apelando à sociedade civil para participar «com trabalho voluntário e com alimentos».

De acordo com os dados da Federação Portuguesa dos Bancos Alimentares contra a Fome, no primeiro semestre de 2009 foram apoiadas com produtos 1.650 instituições, que concederam ajuda alimentar a mais de 267 mil pessoas comprovadamente carenciadas.

No ano passado os quinze «balcões» do banco em actividade distribuíram um total de 17 500 toneladas de alimentos (equivalentes a um valor global estimado superior a 26,2 milhões de euros), ou seja, um movimento médio de 69,6 toneladas por dia útil.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *