Arouca, Espinho, Gondomar, Maia, Matosinhos, Oliveira de Azeméis, Porto, Póvoa de Varzim, S. João da Madeira, Santa Maria da Feira, Santo Tirso, Sociedade, Trofa, Vale de Cambra, Valongo, Vila do Conde, Vila Nova de Gaia

EXPONOR foi pólo de diversão e aventura

   Com uma área expositiva de três pavilhões, a Vida Natura – Feira de Caravanismo, Desporto e Lazer, que terminou domingo, saldou mais uma edição com balanço positivo. Convidando as famílias ao divertimento e ao lazer, bem como aos negócios e à apresentação das novidades, a feira recebeu um total aproximado de 17 mil visitas (16.936).  

Na área do caravanismo, as residenciais móveis da Kitur destacaram-se, sobretudo em tempos de crise, pela procura que tem tido no mercado. «É um nicho e tem tido uma evolução enorme. Podemos dizer que, no nosso caso, a crise veio ajudar, pois muitas pessoas procuram-nos porque deixaram de poder pagar hipotecas e rendas. É uma alternativa barata que ajuda ao bolso e à saúde», explicou Elsa Santos, da Kitur. Esta empresa de Águeda, no mercado há sete anos, já executou todo o tipo de projectos, desde residências até soluções de equipamentos para autarquias, como pavilhões desportivos, tribunais, lares de terceira idade e até uma igreja. «São em tudo casas ou equipamentos normais, só que mantêm o estatuto de móvel, podendo a qualquer momento serem deslocadas», sintetizou ainda Elsa Santos.  

Às propostas dos expositores juntou-se ainda um diversificado cartaz de actividades. A habitual presença da Associação de Jogos do Norte ficou marcada, este ano, pelas acções de formação sobre material de paintball. Mais concretamente, marcadores de competição para todos os interessados na modalidade. «Todos os ano tentamos trazer novidades à feira, criando dinâmica. Neste caso, a formação em novos materiais revelou-se uma boa aposta, tivemos “casa cheia” para assistir à explicação da Eclipse», sintetizou Paulo Teixeira, da Associação. No stand ao lado, os olhares fixaram-se nas demonstrações de artes marciais e de escalada que a Associação trouxe à feira. Prometem muitas mais novidades para a QUALIFICA 2010, a próxima feira da EXPONOR, onde pretendem marcar presença.  

No espaço da EXTREMOS, dedicado à animação de pequenos sob o olhar atento dos adultos, foi possível contactar com o “recordista de multidões”, um dos atractivos da Feira: a competição do cubo Rubik, ou cubo Mágico. «Trouxe uma autêntica legião de fãs à EXPONOR, contámos com uma forte adesão, foi muito positivo», descreve Paulo Branco, da organização e patrocinador da Competição, que se realizou ao longo de todo o dia de sábado, no certame. Das centenas de pessoas que queriam participar, só 30 conseguiram ficar habilitadas a competir, cumprindo um dos requisitos essenciais que foi, em menos de três minutos, fazer o cubo mágico. «Houve uma grande evolução de apurados desde a última vez que estivemos em Portugal», diz Ernesto Fernandes, da organização, sendo que de seis participantes no ano passaram a 30 na EXPONOR. Aliás, a VIDA NATURA, refere Pablo Martinez, da Goliath, marca que patrocina a competição, «constitui uma boa forma de dar a conhecer e mostrar o Cubo». Com outro âmbito mas os mesmos objectivos, a Associação Criança e Vida também marcou presença na feira. «Estamos aqui para assinalar o aniversário (30 anos), divulgar o nosso trabalho e angariar contributos. Temos tido muita receptividade e pessoas muito interessadas», adiantou Teresa Resende, sócia fundadora, secundada por Almerinda Rodrigues, presidente, que acrescenta «muitas migalhas vão ajudar a crescer».  

Congregando assim várias áreas de negócio, desde o caravanismo, o desporto de aventura e o turismo, a VIDA NATURA 2009 estendeu, para além da procura de práticas saudáveis, o seu âmbito às preocupações sociais. A edição 2010, «constituirá novamente o espelho de um sector que continua a crescer, com muito dinamismo e animação», adianta Carla Maia, directora da VIDA NATURA.  

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *