Arouca, Desporto, Espinho, Gondomar, Maia, Matosinhos, Oliveira de Azeméis, Porto, Póvoa de Varzim, S. João da Madeira, Santa Maria da Feira, Santo Tirso, Trofa, Vale de Cambra, Valongo, Vila do Conde, Vila Nova de Gaia

André Lopes assalta 1.º lugar na Bélgica

O Noliko Maaseik, de André Lopes, assumiu a liderança da Liga da Bélgica ao vencer, pela margem máxima (25/18, 25/20 e 26/24), no recinto do Prefaxis Menen, e beneficiar da derrota (2-3) do Roeselare, fora, frente ao VC Euphony Asse-Lennik.

O Group D’Arte Averbode, do luso-brasileiro Frederico Siqueira, perdeu (1-3: 23/25, 25/23, 23/25 e 24/26) com o Top Volley Precura Antwerpen, em Antuérpia, e desceu ao 5.º lugar na classificação geral.

Recorde-se que em França, Itália e Bélgica as vitórias por 3-0 e 3-1 são recompensadas com 3 pontos; o triunfo por 3-2 soma 2 pontos; a derrota por 2-3 vale um ponto e as derrotas por 1-3 ou 0-3 não dão direito a amealhar qualquer ponto.

No dia 28 de Novembro, o Noliko Maaseik defronta, em casa, o Knack Randstad Roeselare, em jogo referente à primeira mão das meias-finais da Taça da Bélgica. A outra meia-final será disputada pelo Averbode e o VC Euphony Asse-Lennik.

Na Alemanha, João José reforçou a liderança na lista dos atacantes mais eficazes da Bundesliga 1. Ao fim de 8 jogos (28 sets), o capitão da Selecção Portuguesa contabiliza 62 pontos em 79 ataques, o que equivale a uma média de 78,48 por cento de eficácia – anteriormente, tinha 76,39 %.

O capitão do VFB Friedrichshafen tem mais de 9 pontos percentuais do que o 2.º classificado, Marcus Bohme, seu companheiro de equipa.

João José facturou 9 pontos (2 serviços e 7 ataques… em 7 tentativas) no triunfo, por 3-0 (25/18, 25/20 e 25/20), sobre o RWE Volleys Bottrop rubricado pelo Friedrichshafen, que continua a liderar isolado a Bundesliga 1.

Em França, o fim-de-semana foi dedicado à primeira eliminatória da Taça, em masculinos, tendo sido parcialmente favorável aos portugueses.

O Stade Poitevin Volley-Ball Pró, de Carlos Teixeira, classificou-se em 1.º lugar na Poule E ao derrotar o Gazelec FCO Ajaccio (3-0: 25/12, 25/23 e 25/15) e o Asul Lyon Volley-Ball (3-0: 31/29, 25/19 e 25/22).

O Beauvais Oise Université Club, de Nuno Pinheiro, classificou-se em 1.º lugar na Poule G ao derrotar o Dunkerque Grand Littoral (3-0: 25/23, 25/16 e 25/17) e o Avignon Volley-Ball (3-0: 25/16, 25/18 e 25/18).

Menos sorte teve o Club Alès en Cevennes Volley-Ball, de Eurico Peixoto, que ficou em 2.º lugar na Poule H, após ter registado uma derrota (1-3: 20/25, 28/30, 25/21 e 14/25) frente ao Tourcoing Volley-Ball e um triunfo sobre o Nantes Reze Métropole (3-2: 17/25, 23/25, 27/25, 25/23 e 15/13).

Em femininos, o Pays d’Aix Venelles Volley-Ball, de Catarina Martins, inverteu a tendência vitoriosa – derrota, pela margem máxima (22/25, 24/26 e 14/25), em Istres – e desceu ao 6.º lugar na classificação da Liga A.

Em Itália, a Liga A1 esteve parada devido à realização da TIM All Star Volley, competição que coloca frente a frente os jogadores italianos e os estrangeiros que actuam na Liga. O Seat All Stars venceu a Itália por 3-1 (17/25, 25/14, 25/16 e 25/22).

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *