Póvoa de Varzim, Sociedade

“Poupar. Viver Melhor!” – resíduos têxteis na Praça do Almada – P. Varzim

“Poupar. Viver Melhor!” tem programado, para amanhã, 24 de Novembro, uma das acções mais marcantes de todo o programa: a deposição, na Praça do Almada, dos resíduos têxteis recolhidos nos cinco Roupões existentes na cidade.

“Demasiados Resíduos! Reutilize” é o nome desta acção de demonstração que terá lugar ao longo de todo o dia. Tem como objectivo alertar a população para o excesso de resíduos que são produzidos, apelando não só à reutilização mas também à revisão dos comportamentos de consumo.

Instalados em Junho deste ano, os Roupões permitiram já a recolha de 15.709 kilos de roupa e sapatos. A Wippytex, Lda., é a empresa responsável pela recolha dos resíduos têxteis, que são depois transformados em matéria-prima para a produção de produtos de limpeza de origem têxtil ou dão origem a novos materiais, através da recuperação de fibras. No entanto, a roupa recolhida que apresenta ainda uma qualidade aceitável é enviada para mercados de países de terceiro mundo, onde o poder de compra é baixo.

Em paralelo, o Pelouro do Ambiente vai também exibir uma exposição, no átrio da Câmara Municipal, com o tema “Os Princípios da Prevenção”. Esta, e como o próprio nome indica, pretende, através de texto e imagens, transmitir à população as medidas podem ser adoptadas de forma a reduzir os resíduos produzidos, incentivando, por exemplo, à compostagem caseira (serviço que a autarquia disponibiliza em colaboração com a LIPOR), a um consumo mais consciente e até à reutilização dos produtos.

“Poupar. Viver Melhor!” decorre até 29 de Novembro. É uma campanha organizada pela autarquia, no âmbito da Semana Europeia da Prevenção de Resíduos 2009, e cujo programa pode ser consultado no portal municipal.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

1 comentário

  1. Impressionante! Uma empresa privada recolhe têxtil, realiza os seus negócios com a participação das respectiva Câmaras deste País. Esta empresa ainda vende o têxtil a países de terceiro mundo… impressionante! E as associações que necessitam de têxtil…. não interessam!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *