Santo Tirso, Sociedade

Câmara atribui 215 400 euros para funcionamento dos refeitórios escolares – Santo Tirso

Considerando que alguns refeitórios escolares estão a ser geridos por entidades que assumem as despesas com o funcionamento dos mesmos, a Câmara Municipal de Santo Tirso deliberou atribuir-lhes um subsídio mensal (de Novembro de 2009 a Outubro de 2010), para fazer face às despesas com o funcionamento dos mesmos. Os valores variam em função do número de alunos e do pessoal afecto em cada escola.  

– Associação de Pais da E.B.1 de Aldeia Nova, Rebordões – 800 €

– Associação de Pais da Escola de Redundo – 500 €

– Associação de Pais e Encarregados de Educação dos Alunos da EB1/J.I do Foral – 1 100 € 

– Assoc. Pais e Encarregados de Educação do Jardim de Infância da Vinha, Burgães – 800 €

– Assoc. Pais e Encarregados de Educação da Escola Primária de Tarrio, – 1 100 €

– Assoc. de Pais dos Alunos do Jardim de Infância do Ribeiro, Rebordões – 750 €

– Associação de Pais e Encarregados de Educação da Escola de Cabanas – Monte Córdova) 100 €

– APEN – Associação de Pais das Escolas de Negrelos – 750 €

– Ass. Pais e Encarr. de Educação da Escola Primária das Pombinhas, S. T. Negrelos – 700  €                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                  – Assoc. Pais e Encarregados de Educação da E.B.1/J.I. de Parada, Carreira –  800 € 

– Associação de Pais da Escola Primária de São José de Refojos – 850 €

– Assoc. Pais da Escola do 1.º Ciclo e JI de Entre-Estradas, S. M. Campo – 600 €

– Associação de Pais da Escola de Presa nº. 2 Vilarinho – 1 250 €

– Ass. Pais e Encarr. de Educação dos Alunos da Escola Primária da Costa n.º  1 Roriz – 750 €

– Ass. Pais e Encarreg. Educação da Escola Primária e JI da Igreja, S. M. Negrelos – 1 100  €

– Assoc. Pais e Encarregados de Educação das Escolas Primárias de Areias –  1 100 €

– Assoc. Pais e Encarregados de Educação dos Alunos da E B 1 de Sequeirô –  700 €

– Associação de Pais e Encarregados de Educação da Escola EB1/JI de Quinchães – 800 €

– Assoc. Pais e Encarregados de Educação da Escola de Campinhos, Agrela – 750 €

– Junta de Freguesia de Água Longa – 1 000 € 

– Associação de Pais da Escola E.B.1 e Jardim de Infância de Paradela – 950 €

– Associação de Pais do Jardim de Infância de Boca – 700 € 
 

No essencial, poderemos dizer que, os subsídios camarários agora deliberados vão atingir o montante global de 215 400 euros. 

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *