Oliveira de Azeméis, Sociedade

Contas positivas pela segunda vez nas festas de La Salette – Oliveira de Azeméis

As Festas de La Salette que se realizam todos os anos em Oliveira de Azeméis conseguiram, pela segunda vez consecutiva, apresentar um saldo positivo nas contas. 
De acordo com o relatório, divulgado pela Comissão de Festas, as receitas ultrapassaram os 60 mil euros enquanto as despesas situaram-se nos 59 455 euros. 
«Os números revelam uma gestão rigorosa imprimida pela organização dos festejos tendo ficado aquém do orçamento previsto que era de 75 mil euros», afirmou o presidente do Conselho de Administração da Fundação La Salette, Hermínio Loureiro. 
As Festas decorreram no mês de Agosto, no ano em que o parque da cidade está a comemorar o primeiro centenário e foi aprovada uma candidatura de cinco milhões de euros destinada à sua requalificação e à criação de novas zonas e equipamentos.  
«Temos de reconhecer que os festejos tiveram um balanço muito positivo em termos de organização e de resultados financeiros», sublinhou o presidente da Fundação La Salette.  
Face a 2008, onde se registou o primeiro saldo nas contas, a edição deste ano registou um aumento nas receitas relativo aos feirantes, ao peditório realizado junto da população e à feira à moda antiga.

As despesas também aumentaram com o maior investimento a ser feito no programa de animação e na iluminação, mas ficaram abaixo das verbas angariadas.  
Durante uma semana os festejos levaram até aos 17 hectares do parque da cidade milhares de visitantes, número que deixa satisfeitos os responsáveis da Comissão de Festas e da Fundação La Salette, confirmando a importância com que os oliveirenses vivem os festejos.  
«A Comissão de Festas, liderada por Jorge Coelho, está de parabéns pelo sucesso das festividades e também pela coragem em aceitar este desafio de forma gratuita», disse Hermínio Loureiro.  
«A Fundação e a população têm de agradecer o trabalho desenvolvido por esta equipa fantástica que se ajudou mutuamente e trabalhou durante meses de forma voluntária para que as festas fossem um sucesso», acrescentou o dirigente da FLS, registando a «boa adesão» da população ao peditório que permitiu um aumento da receita em mais de quatro mil euros em relação à edição de 2008.  
«Além da competência e dedicação da Comissão de Festas há que assinalar também a extraordinária cooperação com as autoridades e a directora do parque», frisou Hermínio Loureiro.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *