Arouca, Sociedade

65ª edição das «Colheitas» arranca quarta-feira – Arouca

A Feira das Colheitas, que decorre entre quarta-feira e domingo, é «o símbolo maior da capacidade empreendedora» de Arouca, afirmou o presidente da autarquia, José Artur Neves. 

«Num cenário de Guerra Mundial, de escassez de bens alimentares, de uma economia praticamente destroçada, de usos e costumes praticamente esquecidos ou abandonados, a feira fez com que, em pouco tempo, tudo mudasse radicalmente», disse o autarca, em declarações à EDV Informação.

«Hoje, 65 anos depois da primeira edição deste certame, ele continua a ser inovador e a mostrar cabalmente o orgulho que temos em sermos desta terra e dela fazermos, pelo menos para nós, a “capital do universo”», considerou.

Exposições, feiras, música, gastronomia, etnografia e folclore integram o programa da versão 2009 das «Colheitas», numa organização da autarquia.

«Estão reunidas as condições para uma grande feira, que nós ambicionamos que seja melhor de ano para ano», referiu José Artur Neves.

«Os visitantes podem uma vez mais constatar a vitalidade do nosso concelho em várias áreas, desde a economia ao turismo, passando pela agricultura», disse, sublinhando que neste certame «não falta a gastronomia, o artesanato regional e muita animação».

A Feira das Colheitas foi inaugurada pela primeira vez em 1944, mantendo-se com idênticas características ao longo de algumas décadas, durante as quais a população continuou essencialmente «amarrada» à agricultura.

A partir da década de 60, o evento entrou em declínio, já que o sector agrícola acabou por ser progressivamente entregue aos «braços mais cansados» – com o advento da guerra nas ex-colónias e a emigração em massa para França e outros países europeus, com o desenvolvimento da indústria, do comércio e dos serviços.

A iniciativa volta nos nossos dias a ter um papel preponderante para a promoção do município, tendo diversificado as actividades e conseguido, desta forma, voltar a atrair visitantes de todo o País.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *