Santa Maria da Feira, Sociedade

Abandono de animais em tempo de verão – Sta. Maria da Feira

Cerca de 50 pessoas procuraram este verão a AANIFEIRA (Associação dos Amigos dos Animais de Santa Maria da Feira), com o objectivo de lá deixarem os seus animais, segundo informou Victor Barros, o presidente da instituição.

«Porque não podem, porque vão mudar de casa, porque vão mudar de emprego, ou até de país», enumerou o responsável, em termos das razões apontadas pelas pessoas para justificar o abandono.

O presidente da AANIFEIRA sublinhou que, em Portugal, permanece «um facilitismo» no que à – aparente – adopção de animais diz respeito. Muitos acolhem um animal porque o acham engraçado, quando pequenino, regra geral, ou por moda, mas poucos terão consciência das responsabilidades que deveriam asumir com esse acto.

Victor Barros afirmou, mesmo, que «se as pessoas virem que não têm capacidade para isso, o melhor é não adoptar». E explicou que os adoptantes deverão saber que assumem uma responsabilidade – alimentar, cuidar e amar – que se estenderá pelo período de vida do «amigo escolhido», que, conforme os casos, poderá ir dos 10 aos 20 anos.

A Associação tem feito o possível para minorar os efeitos dos abandonos, mas o dirigente realçou que não poderão ir além das suas capacidades. «Não temos capacidade para albergar mais animais», informou.

A AANIFEIRA acolhe actualmente «perto de 350 animais». Daí que, quando não podem receber o animal abandonado, tenham de «recorrer ao canil municipal».

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *