Sociedade, Vale de Cambra

José Carlos Coelho deixa presidência da FAJDA – Vale de Cambra

O presidente da Federação das Associações Juvenis do Distrito de Aveiro (FAJDA) irá, provalmente, deixar a presidência da instituição em Novembro, após sete anos de manadato, segundo anunciou, à margem da 3ª Mostra Associativa Juvenil do Distrito de Aveiro, que decorreu recentemente em Macieira de Cambra.

«Não sou favorável a que um dirigente cumpra mais de dois mandatos», afirmou o dirigente.

José Carlos Coelho disse que irá desenvolver esforços no sentido de «arranjar uma pessoa e uma equipa» dêem continuidade ao trabalho que tem vindo a ser realizado.

«Vamos ver se conseguimos fazer essa alteração a partir de Novembro», sublinhou o ainda presidente da FAJDA.

O dirigente associativa aproveitou para considerar que as associações juvenis «nunca estiveram tão bem como nestes últimos dois anos». Coelho referia-se à atribuição de subsídios, salientando que o Instituto Português da Juventude (IPJ) tem sido generoso.

«Desde que as candidaturas sejam bem efectuadas, há dinheiro», afirmou. Também sublinhou que «nos últimos dois/três anos, os subsídios têm aumentado consideravelmente».

A Mostra Associativa Juvenil reuniu, em Macieira de Cambra, nos dias 29 e 30 do passado mês de Agosto, stands de 15 associações, num envolvimento total que atingiu as 25 colectividades.

O programa do evento marcou pela diversidade, destacando-se a mostra de actividades das associações, a música, a dança e o teatro. Esta organização representou um investimento total de cerca de 10 mil euros, suportado, no essencial, pelo IPJ.

O distrito de Aveiro conta com uma centena de associações juvenis, das quais cerca de 80 integram a FAJDA.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *