Póvoa de Varzim, Sociedade

Verão Total, na Póvoa de Varzim

Ao som das Marchas Populares tocadas pela Banda Musical da Póvoa de Varzim, a RTP deu início à emissão de Verão Total, no passado sábado, em directo da Praça do Almada, frente aos Paços do Concelho.

Conduzido por Júlio Isidro e Sónia Araújo, o programa revelou um pouco das tradições e costumes poveiros bem como da diversificada oferta de equipamentos e serviços de qualidade que a cidade oferece. Macedo Vieira, Presidente da Câmara Municipal, revelou-se um autarca satisfeito afirmando que, relativamente ao seu desempenho à frente do município “o essencial está concretizado”. Num circuito pelas grandes obras idealizadas e grande parte delas já realizadas, o edil referiu o Cine-Teatro Garrett, “obra que já foi adjudicada e está para breve o seu início”, o Parque da Cidade, que viu agora concluída uma 2ª fase, e cujas as atenções se concentram agora na zona poente, perspectivando-se para a 3ª fase a construção do Estádio do Varzim S.C. e do complexo do Clube Desportivo da Póvoa e ainda o Mercado Municipal, ao qual “se pretende introduzir uma componente de modernidade através da construção de um novo espaço”. Macedo Vieira referiu-se à Póvoa de Varzim como o exemplo de “complementaridade das raízes com aquilo que é uma cidade virada para o futuro”, sendo que, actualmente a preocupação da autarquia é manter a cidade sustentada e limpa, lembrando que o ano passado foi atribuído ao município o Prémio “Cidades Limpas 2008”.
O Vice-Presidente da Câmara e Vereador das Obras Municipais, Aires Pereira, conduziu uma visita ao recentemente inaugurado Parque da Cidade, mais concretamente a zona de lazer, cujos 30 hectares se inserem no total de 78. O Vice-Presidente referiu que esta “é uma zona de carácter mais lúdico, um espaço onde avós podem passear com os seus netos e as crianças podem brincar desfrutando de um espaço verde que também convida à prática desportiva informal”. Explicando que esta nova fase do Parque necessita de algum tempo para se desenvolver por completo e se ajustar à sua função de embelezamento do espaço e de novo pulmão para a cidade, Aires Pereira revelou que parte das 1600 árvores, de 28 espécies, foram já colocadas, sendo que a plantação será retomada em Novembro, a altura mais indicada para o fazer. O Vereador afirmou ainda que “os poveiros que ocupam esta área, respeitam-na muito”, visto que “o espaço mantém-se limpo e asseado, sem qualquer sinal de vandalismo ou destruição”.
Luís Diamantino, Vereador do Pelouro da Cultura, referiu-se à Póvoa de Varzim como uma “Cidade de Cultura”, promotora de eventos culturais de referência em todo o país e no estrangeiro como é o caso do Correntes d’Escritas e do Festival Internacional de Música da Póvoa de Varzim. “A nossa cidade foi pioneira nas Bibliotecas de Praia que este ano completam 10 anos de existência” disse Luís Diamantino, avançando que o município também dispõe de uma Biblioteca de Jardim, aberta ao público durante o mês de Agosto na Casa Manuel Lopes.
A área desportiva mereceu destaque através do Projecto Desporto Sénior levado a cabo pela autarquia desde 2005, que conta com a participação de cerca de 300 pessoas, divididas em 24 classes, sendo que algumas são utentes de instituições do concelho e outras de população em geral, que frequentemente praticam Ginástica Sénior e Hidro Sénior, promovendo nos idosos a prática de exercício físico.
As tradições poveiras foram reveladas numa visita à Igreja da Lapa onde com extrema dedicação todos se concentraram nas Festas d’Assunção, padroeira dos pescadores, na actuação do Rancho Folclórico Poveiro, na mostra das camisolas poveiras por uma artesã da região e ainda na entrevista a Maria do Desterro, a representar a pescadeira e partilhando alguns costumes da sua vivência.
A Festa da Sardinha, que decorreu durante o fim-de-semana, também foi apresentada pela JuveNorte, associação cultural e desportiva do concelho, que levou a cabo a 4ª edição deste evento gastronómico que pôs à prova a sardinha assada. Outra associação que mereceu destaque nesta transmissão, mas pelo desempenho social que presta ao serviço da comunidade, foi o MAPADI – Movimento de Apoio de Pais e Amigos ao Diminuído Intelectual. Esta é um exemplo de resposta à problemática da formação e da integração das crianças com deficiência intelectual.
Academia de dança Gimnoarte, Daisy e Niquita conferiram momentos de entretenimento que encheram de alegria a Praça do Almada, no centro da cidade.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *