Arouca, Desporto, Espinho, Gondomar, Maia, Matosinhos, Oliveira de Azeméis, Porto, Póvoa de Varzim, S. João da Madeira, Santa Maria da Feira, Santo Tirso, Trofa, Vale de Cambra, Valongo, Vila do Conde, Vila Nova de Gaia

Chuzhda vence, Ribeiro ainda de Amarelo

O ucraniano Oleg Chuzhda da equipa espanhola Contentpolis venceu isolado a oitava etapa da 71ª Volta a Portugal Lagos Sports. Em Aveiro, Chuzda cruzou a linha de meta 49 segundos à frente de Hélder Oliveira (Barbot-Siper) e do checo Martin Hebik (PSK Whirlpool). Nuno Ribeiro (Liberty Seguros), líder à partida de Gondomar continua a envergar a “Camisola Amarela Lagos Sports”, mesmo depois de terminar a etapa de 166,1 quilómetros a 4 minutos e 53 segundos do vencedor inserido no pelotão tal como os seus mais directos perseguidores – João Cabreira (CC Loulé-Louletano) e David Bernabeu (Barbot-Siper).

Dizer-se que Oleg Chuzhda, o vencedor do dia, andou toda a etapa isolado não andará longe da verdade, ou não tivesse o corredor ucraniano integrado o grupo de 18 corredores que ao km 6 encetou uma primeira fuga que se manteve ao longo de grande parte da ligação entre Gondomar e Aveiro. A 35 quilómetros da meta, Chuzda destacou-se dos companheiros de escapada, não mais olhando para trás, a não ser a 200 metros da linha de chegada, quando ergueu pela primeira vez os braços para festejar antecipadamente a primeira vitória esta temporada que o levou ao quinto posto da geral (a 1m37s de Nuno Ribeiro). “Tive a percepção logo desde a saída de que podia vencer. Quando arranquei a 35 quilómetros da meta, fi-lo para ganhar”, explicou Chuzhda, dedicando a vitória a “toda a equipa, ao director desportivo Oscar Guerrero, à família e também à minha namorada”. O corredor de leste (24 anos) aproveitou ainda a performance fulgurante para destronar Tiago Machado (Madeinox-Boavista) na classificação da juventude mas não desvalorizou o seu agora perseguidor. “É um adversário muito difícil e a camisola laranja está longe de ficar assegurada”.

Com Hélder Oliveira a cotar-se como o melhor português do dia, o quinto classificado Pedro Lopes também terminou a etapa com motivos para sorrir, uma vez que a sua equipa – o CC Loulé-Louletano – ascendeu à primeira posição da classificação colectiva colocando, a duas etapas do final da prova três corredores (Lopes, Cabreira e Eladio Jimenez) no top 10 da geral individual. 

SEMPRE A SUBIR ATÉ À TORRE…

Este sábado corre-se o penúltimo dia da 71ª Volta a Portugal Lagos Sports. A etapa rainha corre-se entre Oliveira do Bairro e Seia (Torre) prometendo um grande espectáculo de ciclismo que vai ajudar a encontrar o vencedor da Volta 2009. A nona etapa será a mais curta com apenas 154,6 km, mas a orografia do terreno vai compensar a menor distância. O pelotão sai de Oliveira do Bairro às 13 horas e deverá chegar cerca das 17 horas ao ponto mais alto de Portugal Continental  

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *