Cultura, Póvoa de Varzim

Prémio infantil publicado em livro – P. Varzim

Foi quinta-feira apresentada, no recinto da Feira do Livro, no Largo do Passeio Alegre, a obra Correntes d’Escritas – Contos infantis ilustrados.
Editado pela Porto Editora, em colaboração com a Câmara Municipal da Póvoa de Varzim, o livro resulta de uma compilação dos trabalhos distinguidos pelo Prémio Conto Infantil Ilustrado Correntes d’ Escritas/Porto Editora, cuja primeira edição teve lugar no X Correntes d’ Escritas, realizado em Fevereiro de 2009.
Correntes d’Escritas – Contos infantis ilustrados abre com o conto “Um susto e um presente” da autoria da EB1/JI de Aires, em Palmela, vencedora do 1º Prémio a concurso. O Externato O Paraíso dos Pequeninos, de Lourosa (2º Prémio), e o Externato O Patinho Feio, da Amadora (3º Prémio) concluíram a primeira parte da obra com as histórias “A aventura de Natal de Quico” e “O menino e o seu sonho”, respectivamente. A EB1/JI de Neves, a EB1 São João de Brito e a EB 1 de Aldeia Nova, graças às menções honrosas que as distinguiram, também oferecem à leitura os seus contos ilustrados. Os alunos da Escola Primária de Eich, no Luxemburgo, viram, igualmente, os seus desenhos reproduzidos nas páginas do Correntes d’ Escritas, bem como na capa e contracapa do livro sendo-lhes atribuída a menção honrosa ilustração.
Como explicou Manuela Ribeiro, da Câmara Municipal, este “foi um desafio lançado às escolas no âmbito do X Encontro de Escritores de Expressão Ibérica – Correntes d’Escritas que contou com a participação de 168 trabalhos”. “Para o ano, esperamos ter mais trabalhos a concurso”, acrescentou Manuela Ribeiro anunciando que o regulamento do prémio para 2010 estava concluído e seria enviado a todas as escolas do ensino básico desafiando-as a concorrerem.
O Prémio Conto Infantil Ilustrado Correntes d’ Escritas/Porto Editora destina-se a galardoar, anualmente, um Conto Ilustrado inédito, em língua portuguesa, realizado por alunos – conto e ilustração – que frequentem o 4º. ano de escolaridade do 1º. Ciclo do Ensino Básico. O Prémio visa estimular a criação literária especialmente o desenvolvimento da comunicação escrita e destina-se a trabalhos colectivos (realizados por todos os alunos de uma turma) com um mínimo de três e um máximo de 5 páginas. Cada Escola poderá concorrer, até 30 de Novembro de 2009, com o máximo de dois trabalhos por turma do 4º. ano de escolaridade.
Também até 30 de Novembro, os jovens com idades compreendidas entre os 15 e os 18 anos, naturais de países de expressão portuguesa, podem concorrer ao Prémio Literário Correntes d’Escritas/Papelaria Locus. Os concorrentes podem entregar, no máximo, dois trabalhos, em prosa (contos), apresentados por escrito e sob pseudónimo. O valor do prémio é mil euros, sendo que o conto premiado será publicado na próxima edição da Revista Correntes d’Escritas. Os interessados em concorrer a este prémio juvenil têm ainda que ter em atenção que deverão enviar três exemplares dactilografados.
Já no final deste mês, 30 de Agosto, termina o prazo para as obras concorrentes ao Prémio Literário Casino da Póvoa, cujo valor é de 20 mil euros e distinguirá prosa (romance). Podem concorrer autores de língua portuguesa, castelhana ou hispânica, com obras em 1ª.  edição, em português e editadas em Portugal entre Julho de 2007 e Junho de 2009, excluindo-se as obras póstumas e ainda aquelas da autoria de galardoados com o Prémio Literário Casino da Póvoa nos últimos seis anos.
O anúncio dos premiados dos diferentes concursos será feito durante a sessão de abertura do evento e a entrega dos prémios aos galardoados ocorrerá na sessão de Encerramento – Cerimónia Pública – do XI Correntes d’ Escritas que terá lugar de 24 a 27 de Fevereiro.
Os regulamentos dos concursos literários estão disponíveis no portal municipal.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *