Matosinhos, Sociedade

Inauguração da Unidade de Saúde Familiar de Leça do Balio – Matosinhos

A Ministra da Saúde, Dra. Ana Jorge, e o Presidente da Câmara Municipal de Matosinhos, Dr. Guilherme Pinto, inauguraram dia 22 de Julho, pelas 15.30, a Unidade de Saúde Familiar de Leça do Balio.

A Unidade de Saúde Familiar de Leça do Balio vai beneficiar cerca de 17.000 utentes – número que resulta de uma recombinação da lista de utentes até agora abrangidos por outros centros de saúde – o que vai permitir, por um lado, servir na totalidade a população da freguesia de Leça do Balio e, por outro, descongestionar o Centro de Saúde de S. Mamede de Infesta que, até aqui, respondia à maioria das solicitações dos balienses.

A Unidade de Saúde Familiar de Leça do Balio responderá às necessidades de saúde da população, nomeadamente, através de: consulta de saúde adultos – consulta no âmbito de programas de vigilância, planeamento familiar, saúde materna, infantil, hipertensão e diabetes – Atendimento de situações agudas – cuidados domiciliários – análises clínicas – administração de injectáveis – tratamentos e vacinação.

A avaliação da necessidade de criação de novos equipamentos no âmbito da Saúde no Concelho exigiu um conhecimento profundo da realidade, nomeadamente, o conhecimento das características e problemáticas do Concelho; a estrutura da população e os factores que influenciam o crescimento populacional e a realidade de funcionamento das estruturas de saúde já existentes – capacidade e abrangência (de modo a avaliar respostas actuais e futuras às necessidades das populações).

O desenvolvimento de importantes projectos de desenvolvimento territorial, a oferta de habitação e os planos de pormenor são factores que permitem prever a entrada e aumento de novos residentes no Concelho de Matosinhos, sendo para tal, necessário criar, alargar ou adaptar as respostas existentes às novas necessidades emergentes.

No caso da freguesia de Leça do Balio, os factores que se destacam respeitam essencialmente aos índices de envelhecimento e dependência verificados na população.

Sendo a população de Leça do Balio mais envelhecida, serão de prever outro tipo de problemas e necessidades, nomeadamente, no que respeita às questões de acessibilidade e mobilidade dos munícipes mais idosos e aos apoios sociais e médicos especializados.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *