Cultura, Póvoa de Varzim

Orquestra Jazz de Matosinhos

No dia 18 de Julho realizou-se mais um concerto inserido no ciclo “Big Bands: Do “Ballroom” à Sala de Concerto – Uma Viagem pelos Tempos do Jazz com a Orquestra Jazz de Matosinhos”.

O concerto “O jazz também já se dança?” realizou-se no Auditório do Cine-Teatro Constantino Nery. Juntam-se a esta história três nomes pioneiros à frente das suas orquestras: Andy Kirk, Benny Carter e Chick Webb. Na escrita dos arranjos, dão cartas Mary Lou Williams, Eddie Durham, Edgar Sampson e mais tarde Neil Hefti. Mas Basie é agora o “Count”, a grande personalidade deste período, na esteira de Benny Moten.

Diversificando a sua programação musical, o Cine-Teatro Constantino Nery vai apresentar, em 2009 e 2010, uma série especial de oito concertos trimestrais que constituem o projecto mais recente da Orquestra Jazz de Matosinhos.

Intitulado “Big Bands: Do Ballroom à Sala de Concerto – Uma viagem pelos tempos do jazz com a OJM”, este inovador ciclo de actuações cobrirá a evolução das “big bands” em toda a história do jazz e é comissariado pelo crítico e divulgador de jazz Manuel Jorge Veloso que, nas vésperas dos concertos, realizará conferências multimédia com eles relacionadas.

O próprio título do ciclo deixa entender que se pretende sublinhar as diferenças essenciais entre as várias funções da “big band” no jazz, primeiro enquanto grupo instrumental essencial à dança e ao “entertainment” nos grandes “ballrooms” – e nas condições sociais e culturais das primeiras décadas do século XX norte-americano – até atingir, por um lado, um estatuto artístico inerente à práxis musical “pura” e “não utilitária”, já no contexto da sala de concerto.

Iniciativa exigente e singular na ambição dos seus propósitos – uma vez que a investigação e o estudo do papel das “big bands” no jazz costuma circunscrever-se ao seu chamado “período de ouro” (1925/1955) -, este ciclo procurará ir mais além e dedicar a sua atenção ao jazz para grande orquestra criado até aos nossos dias, ou seja, até ao início do século XXI.

O próximo concerto, intitulado “A consagração do Swing” em que os “ballrooms” continuam repletos e os micros estão lá, a transmitir em directo para a rádio: Jimmy e Tommy Dorsey, Glenn Miller, Charlie Barnet, Earl Hines e Cab Calloway põem os pares a dançar. Entretanto, o “Swing”, como estilo, adopta o “swing”, como forma de entender o tempo. E Benny Goodman é consagrado o seu “King”, decorrerá a 12 de Setembro de 2009, às 22h00.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *