Oliveira de Azeméis, Sociedade

Movimento Associativo português quer ser parceiro social – Oliveira de Azeméis

A Confederação Portuguesa das Colectividades de Cultura, Recreio e Desporto (CPCCRD) ainda aguarda que o Estado português reconheça ao Movimento Associativo Popular (MAP) o estatuto de «parceiro social», com direito a «assento no Conselho Económico e Social e outras instâncias conexas», segundo sublinhou António Grifo, dirigente da entidade e presidente da Federação das Associações do Município de Oliveira de Azeméis (FAMOA).

A CPCCRD «exige, igualmente, que, como a lei prevê, sejam estabelecidos critérios de apoio do Estado nos planos técnico, logístico e financeiro».

António Grifo sublinhou que o MAP envolve «cerca de 17 mil associações, 126 mil dirigentes, ao nível das direcções executivas das colectividades, garantindo 52 mil empregos».

O dirigente de Oliveira de Azeméis salientou que o trabalho desenvolvido pelos «actores» do mundo associativo português é, certamente de monta.

«Ao preço de 5 euros quando custaria esse trabalho?», questionou, retoricamente, o presidente da FAMOA.

António Grifo salientou que, a nível nacional, até já existiu um programa que visou dotar as colectividades – nomeadamente as das regiões mais interiores – de meios tecnológicos adequados aos tempos presentes, como a ligação à Internet.

«Imagine instalar um ponto de Internet numa aldeia afastada de tudo; é um mundo que se abre», sublinhou o secretário da Mesa do Congresso da Confederação.

«É importante que as nossas associações adiram às novas tecnologias da comunicação», afirmou.

O dirigente lamentou que o primeiro-ministro tenha suspendido o projecto. Ainda assim foram criados pelo país mais de 200 postos de Net em espaços associativos. Também foram realizadas muitas acções de «formação geral associativa», que permanece «uma lacuna» no MAP.

A disseminação dos Jogos Tradicionais é outro dos projectos fortes da CPCCRD. Grifo referiu o propósito de concretizar um «projecto a três anos».

O objectivo é inserir os Jogos Tradicionais portugueses no meio escolar, se possível, em termos curriculares. «Ao fazê-lo estaremos a defender expressões genuínas da nossa cultura», vincou.

A 2ª Convenção Nacional de Jogos Tradicionais vai decorrer a 26 e 27 de Setembro, no pavilhão multiusos «Coração de Ouro», em Gondomar.

A FAMOA, presidida por António Grifo, conta actualmente com 110 colectividades, tendo iniciado actividade em 2001 com pouco mais de 80 membros. O Município de Oliveira de Azeméis tem centena e meia de associações.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *