Sociedade, Trofa

Câmara Municipal alargou serviço de Teleassistência Domiciliária a mais munícipes – Trofa

Preocupada com a segurança e o bem-estar da população idosa do concelho da Trofa, no passado dia 8 de Julho, a Câmara Municipal, através do seu Presidente, Bernardino Vasconcelos, assinou um protocolo com a empresa Helpphone, representada por João Barros, com vista ao alargamento do serviço Teleassistência Domiciliária a mais munícipes, dispondo, agora, de 80 aparelhos.
 
O executivo municipal decidiu alargar esta valência a mais munícipes., devido número crescente de requisições feitas, note-se que S. Martinho de Bougado foram instalados 36 aparelhos, em Santiago de Bougado seis adquiridos, em S. Mamede do Coronado  sete, em S. Romão do Coronado dois, no Muro dois, em Guidões dois, em Covelas um e em Alvarelhos quatro. Assim, a Câmara Municipal da Trofa tinha, neste momento,  60 utentes abrangidos pelo serviço, mas as solicitações continuaram a chegar, o que levou ao alargamento do número de aparelhos.  
 
Este serviço é gratuito para o beneficiário (apenas o custo de uma chamada local), e permite ao utente activar a ajuda em situações de emergência de saúde, segurança ou simples solidão (serviço voz amiga).
 
É um serviço que permite contactar de imediato (através de um controlo remoto colocado num relógio ou colar) com uma central de assistência, disponível 24 horas por dia, que activa os mecanismos necessários para resolver o problema apresentado.
 
Note-se que, apenas pessoas com mais de 65 anos (ou deficientes) que vivam isolados, ou que tenham alguma limitação física ou doença grave que necessitem de um contacto permanente podem usufruir deste serviço.
 
Desde que este serviço se encontra à disposição da população, foram diversos os casos de sucesso, nomeadamente: receio perante viaturas suspeitas que rondavam a casa e solicitaram o apoio da GNR; accionarem o sistema solicitando ambulâncias por diversos motivos (quedas, indisposições, princípios de AVC) e não menos importante, o serviço voz amiga foi accionado inúmeras vezes.
 
Desta forma, esta valência tem-se revelado indispensável intervindo em situações de emergência e na ocorrência de graves situações de saúde, quebrando também a solidão. Cumprindo assim, os objectivos para os quais foi criado permitindo aos seus beneficiários usufruírem de uma solução célere e eficaz.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *