Arouca, Espinho, Gondomar, Maia, Matosinhos, Oliveira de Azeméis, Porto, Póvoa de Varzim, S. João da Madeira, Santa Maria da Feira, Santo Tirso, Trofa, Turismo, Vale de Cambra, Valongo, Vila do Conde, Vila Nova de Gaia

Região Norte quer ser principal destino turístico português de saúde e bem-estar

O Norte quer afirmar-se como o principal destino turístico português de saúde e bem-estar, rentabilizando o facto de ter a maior concentração de águas minerais naturais do país, anunciou hoje o Turismo do Porto e Norte de Portugal (TPNP).
Em declarações à agência Lusa, o presidente do TPNP salientou que «não é só uma questão de quantidade», já que «a região oferece também uma grande diversidade de equipamentos e infra-estruturas, como SPA e termas, e de tratamentos de qualidade, desde as técnicas mais tradicionais aos tratamentos mais inovadores».

«A matéria-prima existe, tem é de ser devidamente comunicada e dada a conhecer», sustentou Melchior Moreira.

Para o efeito, o TPNP abriu uma delegação em Chaves a quem caberá desenvolver, «de forma transversal em toda a região», o potencial deste produto estratégico, um dos seis constantes do Plano Estratégico Nacional do Turismo (PENT) considerados «claramente estratégicos» para a região Porto e Norte de Portugal.

Neste âmbito, vai também ser lançada este Verão uma campanha de divulgação do Porto e Norte de Portugal «em que a saúde e bem-estar será um dos produtos em destaque», e a que se seguirá, em Setembro, o lançamento de um guia «com toda a oferta da região neste produto».

O guia estará depois disponível em todos os postos de turismo e «nalguns locais estratégicos» do Porto e Norte de Portugal.

Segundo Melchior Moreira, no próximo ano o TPNP será também o promotor da feira de turismo e bem-estar «Aqua Meeting», sendo que o objectivo é dar à iniciativa «uma dimensão nacional e internacional».

O programa de acção para o desenvolvimento do produto saúde e bem-estar no Porto e Norte de Portugal, hoje apresentado no Porto, foi realizado conjuntamente pelo TPNP, Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDR-N) e Associação das Termas de Portugal (ATP).

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *