Arouca, Espinho, Gondomar, Maia, Matosinhos, Oliveira de Azeméis, Porto, Póvoa de Varzim, S. João da Madeira, Santa Maria da Feira, Santo Tirso, Tecnologia, Trofa, Vale de Cambra, Valongo, Vila do Conde, Vila Nova de Gaia

Novo Portal para mobilizar os cidadãos para comemorações do centenário da República

Mobilizar os cidadãos para as comemorações da República é um dos objectivos no novo portal Centenário da República, que está a partir de ontem disponível na Internet, numa iniciativa da Comissão Nacional para as Comemorações do Centenário da República (CNCCR).

«Será um grande instrumento de comunicação e mobilização para as comemorações», sublinhou hoje o presidente da CNCCR, Artur Santos Silva, na apresentação oficial do portal Centenário da República (www.centenariorepublica.pt), desenvolvido pela Comissão Nacional e implementado pelo Portal Sapo, que pertence à PT Comunicações.

Esperando que «haja uma renovação da relação dos cidadãos com a história da República», Santos Silva, considerou o novo Portal como um instrumento «fundamental» para divulgar o que está a ser feito, bem como para o trabalho «nas escolas e com as escolas».

Também presente na cerimónia de apresentação do Portal, o presidente executivo da Portugal Telecom, Zeinal Bava, foi ainda mais longe, caracterizando o «site» como uma «referência para as comemorações», mas também para o futuro, manifestando a convicção que «vai sobreviver no tempo» e continuar para além do período das comemorações do centenário da República.

Uma das apostas fortes do Portal será a relação com as escolas, que irá mesmo motivar a criação de um «site» específico integrado no Portal do Centenário da República e que deverá ser lançado no início do próximo ano lectivo.

Outra das vertentes fundamentais do Portal é sua «interactividade», já que a CNCCR pretende não só dar, mas também receber informação.

«É um canal estratégico de comunicação bidireccional, não queremos só dar informação, mas também receber», afirmou Paulo Soares, da CNCCR, durante a apresentação do Portal.

Ou seja, será possível os utilizadores enviarem comentários, sugestões, mas também material que tenham, como fotografias ou documentos, contribuindo, assim, para o enriquecimento do arquivo do Portal.

Por outro lado, será também possível os utilizadores do Portal registarem-se para passarem a receber sms ou mms dos eventos que se irão realizar a nível geral, mas também aqueles que irão decorrer próximo da sua área de residência.

No Portal estará também disponível uma galeria multimédia, que agregará todas as informações de vídeo, gráficos ou fotografias.

A parte das agendas e marcações ocupará igualmente um lugar de destaque, com a curiosidade de todos os eventos estarem geo-referenciados.

Na cerimónia de apresentação do Portal, que demorou seis meses a ser desenvolvido, o presidente a CNCCR adiantou ainda que a página estará disponível pelo menos até Agosto de 2011, já que os trabalhos da Comissão Nacional só terminarão nessa altura.

«Depois, a experiência recomendará como mantê-lo no futuro», acrescentou.

Além do Portal, a CNCCR irá também apostar no trabalho de divulgação do programa das comemorações nos meios de comunicação social e na relação com as autarquias.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *