Matosinhos, Sociedade

Alcino Soutinho apresentou projecto do Auditório Municipal Matosinhos

Dia 26 de Junho, pelas 11 horas, na Biblioteca Municipal Florbela Espanca, o Presidente da Câmara, Dr. Guilherme Pinto, e o Arquitecto Alcino Soutinho apresentaram o projecto do Auditório Municipal de Matosinhos, um novo equipamento que vai ser construído no espaço agora ocupado pelo parque de estacionamento da autarquia, no gaveto entre a Rua de Goa e a Rua Alfredo Cunha, e que completará o Centro Cívico de Matosinhos.

Nesta apresentação, marcaram presença o Vereador da Cultura, Fernando Rocha, e a Vereadora do Ambiente, Dra. Joana Felício.

Recorde-se que a primeira fase do Centro Cívico concretizou-se em 1987, com a inauguração do edifício da Câmara. A 9 de Maio de 2005, o então Presidente da República, Dr. Jorge Sampaio, inaugurou a segunda fase, que acolhe para além da Biblioteca Municipal Florbela Espanca, o Arquivo Histórico e a Galeria Municipal.

O edifício conta com dois blocos interligados: num concentram-se a Biblioteca e o Arquivo, no outro situa-se a Galeria, cuja programação é realizada em colaboração com o Museu de Arte Contemporânea de Serralves.

O Arquitecto Alcino Soutinho explicou hoje ao pormenor a terceira fase do Centro Cívico, ou seja, o Auditório Municipal de Matosinhos, que vai ter capacidade para 410 pessoas, destacando-se o amplo foyer que o precede, a sala de ensaios, espaços de apoio aos espectáculos/eventos (camarins, salas técnicas, etc), bar/cafetaria bem como duas salas mais pequenas para a realização de reuniões, conferências ou encontros que envolvam um menor número de participantes.

Como complemento, devera ainda referir-se a instalação da garagem, com 3 pisos, com capacidade para 140 lugares na continuidade do aparcamento existente sob a Galeria de Exposição do qual se aproveitará a respectiva rampa de acesso.

O edifício dos Paços do Concelho, inaugurado a 8 de Dezembro de 1987, é um emblemático exemplo da arquitectura contemporânea portuguesa cuja singularidade tem sobressaído e constituído uma fonte de admiração aqui e além fronteiras.

Nascido da necessidade de criação de um novo espaço de trabalho para dar resposta à exiguidade do edifício da Rua Brito Capelo, o novo edifício dos Paços do Concelho conseguiu conciliar, de forma feliz, a estética e a funcionalidade.

Por detrás deste grande marco, que domina a paisagem de Matosinhos, está Alcino Soutinho e a equipa por ele liderada, que mais tarde, e com a mesma genialidade, criaram a Biblioteca Municipal Florbela Espanca, um edifício que convida à sua fruição, pela envolvência do espelho de agua que o circunda, pela luminosidade e acessibilidade dos espaços mas também pela sua beleza e pela simplicidade da sua arquitectura.

O Arquitecto Alcino Soutinho projectou uma nova filosofia associada ao Poder Local, caracterizado pela transparência, pela proximidade e ligação aos cidadãos. O Auditório Municipal constitui-se, assim, como a terceira parte de uma centralidade urbana de carácter monumental, visitada diariamente por dezenas de pessoas que, num misto de curiosidade e de deslumbramento, percorrem os recantos dos edifícios, que convidam à descoberta e à exploração.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *